domingo, 29 de setembro de 2013

Princípios da reflexologia



A podal, que trabalha compressão nos pontos localizados na planta dos pés, é a mais conhecida. 

O corpo humano está repleto de zonas que refletem seus órgãos internos e vísceras. Elas localizam-se nas mãos, orelhas, rosto e pés. Com base na medicina tradicional chinesa, várias patologias podem ser tratadas por meio da técnica chamada reflexologia, que trabalha com a pressão nesses pontos reflexos, reequilibrando a energia, estimulando o funcionamento dos órgãos e fortalecendo o sistema imunológico da pessoa.

"Trabalhamos o sistema imunológico por meio dos pontos reflexos nos pés com o princípio de pressão, que vai liberar impulsos elétricos ao cérebro e, assim, interagir com a área correspondente ao órgão afetado", comenta a terapeuta Patrícia Mayumi Kamada, do Buddha Spa.

A mais conhecida é a reflexologia podal, em que os pontos meridianos são trabalhados nos pés. Mas o pedagogo holístico Manu Ashur ressalta que os mesmos pontos podem ser estimulados no rosto e nas mãos. "O resultado é mais completo, porque se trabalha o mental, o emocional e os ‘extremos’ do temperamento da pessoa, que se encontram na polaridade dos pés", comenta.
Segundo ele, os problemas físicos estão relacionados a distúrbios emocionais e ao estilo de vida. "Cada órgão e cada víscera correspondem a uma emoção", diz.

Ashur explica que no pulmão se concentram a nostalgia e a melancolia, portanto, as pessoas com esses sentimentos tendem a desenvolver doenças relacionadas ao funcionamento do órgão. O coração está relacionado os ressentimentos, mágoas e tristezas. Já o rim reflete os medos e tudo o que fica retido porque o ser humano não consegue expressar. "A reflexologia trabalha o ser humano como um todo, integrando corpo, mente e espírito", ressalta.

De acordo com o pedagogo, ao trabalhar um ponto, estimula-se o órgão correspondente, despertando a emoção que a pessoa está sentindo e levando ao equilíbrio da energia e, consequentemente, à harmonia e ao funcionamento perfeito do órgão. "A reflexologia não diagnostica a doença. Avalia-se a emoção que está bloqueando a harmonia do órgão e da víscera", diz.

De acordo com o pedagogo holístico, a reflexologia é muito indicada para patologias com fundo emocional, como as pedras nos rins, que na visão holística representa a cristalização dos sentimentos. "Na depressão, trabalhamos os pontos do coração, na síndrome de pânico se atua no fígado, a enxaqueca o desequilíbrio no fígado e a má digestão no ponto do intestino delgado", cita. 


Autor: Vinculado ao viaeptv.cultura 

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Reflexologia energética


A Reflexologia utiliza técnicas de massagem  energéticas para influenciar diferentes partes do corpo, aumentando a saúde e rejuvenescendo. Segundo a antiga filosofia oriental da Reflexologia, existe uma intrínseca relação entre todas as coisas refletidas, porém, em diferentes níveis. Uma pequena parte do corpo pode influenciar todo o resto, e vice-versa. O estudo de tais “micro-corpos” e sua influência benéfica, além de outros exercícios relacionados, são a base das práticas da disciplina de Reflexologia.
Por meio de uma técnica tradicional, a Reflexologia intensifica o processo autocurativo do corpo, auxiliando assim o retorno ao estado natural de equilíbrio. Além disso, preserva nossa vitalidade e mantém o estresse em níveis saudáveis. Obtém-se tais benefícios por meio da correta manipulação dos micro-corpos: mãos, pés e orelhas. Aprendendo a acessar tais partes do nosso organismo por meio das massagens podemos promover a prevenção de desarmonias.

domingo, 15 de setembro de 2013