domingo, 31 de julho de 2011

Restaurando o equilíbrio do corpo




A reflexologia é uma técnica que visa amenizar dores através da massagem nos pés. Esta técnica baseia-se no principio de que todos os órgãos possuem terminações nervosas e canais de energia que chegam até os pés. Nos nossos pés possuímos milhares de pontos de ligação entre os nervos, glândulas, músculos, região ou órgão do nosso corpo.

A massagem nestas áreas que representam as regiões do corpo possibilita a cura de muitos males. A reflexologia podal trabalha a circulação sanguínea e linfática, e tem obtido boas respostas no tratamento de doenças como enxaqueca, asma, problemas do aparelho digestivo, azia, prisão de ventre, má digestão, insônia, tontura, dores musculares, problemas de coluna, dentre outros.

A reflexologia tem como base o principio de que existem pontos reflexos nos pés que correspondem as estruturas do corpo. Esses pontos reflexos são locais onde há grande fluxo de energia através dos canais ou zonas do corpo, quando essa energia está bloqueada por alguma tensão ocorre a doença.

É através da massagem relaxante nos pés que esses canais são desbloqueados restaurando assim o equilíbrio do corpo. Dentre os benefícios da massagem nos pés está o relaxamento. Reduzindo as tensões também melhora a irrigação sanguínea, restabelece a harmonia entre todas as funções do corpo e combate o seu estresse.

As principais áreas reflexas no corpo são a face, as mãos, os pés, a coluna e o crânio. A massagem reflexa nas mãos e nós pés são as mais conhecidas e exploradas.

A Reflexologia podal é eficaz no tratamento de várias doenças, como úlcera, gastrite, azia, prisão de ventre, má digestão, hepatite, icterícia, gordura no fígado, pedra na vesícula, enxaqueca, tontura, insônia, sinusite, artrite, gota, hérnia-de-hiato, doença de Crohn, diarréias e hemorróidas.

Também é eficaz para o tratamento de infecções, como asma brônquica, bronquite, enfisema, rinite alérgica, sinusite, faringite, rouquidão, resfriados, tosse e pneumonia. Além disso, ainda apresenta excelentes resultados nos tratamentos da dor ciática, dores lombares, hérnia de disco, dor de cabeça, torcicolo, dores nas costas, artrite, artrose, osteoporose, espasmo muscular, bursite, tendinite, fibromialgia, inflamação no tecido fibroso, câimbras e reumatismo.

sábado, 30 de julho de 2011

Pés saudáveis

Pés em foco

Não se culpe se você nunca cuidou dos seus pés com o carinho que eles merecem. Afinal, ficam "guardados" o ano inteiro e parecem aceitar bem todo o tipo de desafio: saltos altíssimos, bicos finos, longas caminhadas, horas em pé... Mas não se iluda: depois de algum tempo, aparecem os calos, a pele resseca, a unha encrava, o joanete se acentua. E, para piorar, tudo dói. Veja como manter a saúde dos pés e andar sempre nas nuvens.

Pise firme

Os pés são uma das partes do corpo que mais acumulam tensão. Não é para menos: passam o dia todo carregando peso. Para a medicina oriental, o pé é a área de terminação dos feixes de energia que passam por todos os órgãos do corpo. Por isso, recorra à reflexoterapia. O efeito, além de relaxante e anti-estresse, equilibra todo o corpo.

Siga as pegadas

O podoterapeuta Luiz Pedreira, fundador da rede Spé, O Spa do Pé, especialista em reflexoterapia (massagem estimulante nos terminais meridianos dos pés), fala que um simples escalda-pés (não indicado para diabéticos) é capaz de milagres. "O calor da água puxa a circulação para os pés, o que ajuda a esfriar a cabeça ".

Quer relaxar?

Massageie toda a planta do pé, com pressão leve, com os dois polegares, dê pancadinhas sob o calcanhar, gire o pé para um lado e para o outro, separe e puxe cada dedo. Se, durante a massagem, você descobrir pontos mais doloridos (cristalizações meridianas), preste atenção. Pode ser um sinal de que algo não vai bem com alguma parte do seu corpo; é bom procurar um reflexoterapeuta. Para reequilibrar a energia de cada órgão é só pressionar continuamente os pontos doloridos, mas sem passar de 2 minutos.

Sem tempo para isso? Então pegue uma bolinha de tênis e gire-a sob cada pé enquanto assiste à televisão, fala ao telefone...

Pise bonito

Na hora de colocar aquele calçado maravilhoso, os pés têm de estar perfeitos. Alguns cuidados:

Pés úmidos - Estão mais sujeitos ao ataque de fungos, causadores de frieiras e micoses. Dê um chute na preguiça: seque bem os pés, aplique um talco e evite andar descalço em lugares públicos, para não correr riscos.

Pele seca - Pede uma hidratação reforçada. Uma vez por semana, após lavar e secar bem os pés, aplique um esfoliante, para remover as células mortas. Depois passe um hidratante, de preferência à base de uréia e óleo de gergelim. Para aumentar a absorção do creme, envolva os pés com uma toalha quente e deixe agir por 15 minutos. Mas se sua pele está tão ressecada que chegou a rachar, é hora de visitar um podólogo. Não custa lembrar: sapatos de salto alto e bico fino prejudicam a postura, provocam calos, acentuam os joanetes e devem ser evitados.

Siga as dicas do podoterapeuta Luiz Pedreira: Prefira saltos de dois ou três centímetros, sapatos leves e macios e com solado flexível. Use meias de algodão e, ao chegar em casa, descanse os pés. Coloque-os em uma bacia de água quente por 5 minutos. Passe-os para outra de água fria, por 30 segundos. Repita a imersão três vezes.

Calos - São uma resposta do organismo às agressões. O ideal é mudar para calçados adequados a seus pés. Não dá? Apele para os protetores de silicone, à venda na rede Spé, O Spa do Pé. Se o caso é grave, procure um podólogo formado.

Sapatos apertados - Também provocam o encravamento das unhas. Evite deixá-las compridas e arredondas nas laterais, siga a anatomia dos dedos. E nunca retire as cutículas dos pés e das mãos, elas protegem contra a entrada de fungos e bactérias que dão origem a doenças por todo o organismo. Em todo mundo, exceto no Brasil, o profissional que as retire está sujeito até a prisão por crime contra a saúde. O truque, quanto à estética, é empurrá-las, retirar a pele morta, lixar e hidratar.

Joanetes - São um caso para seu ortopedista resolver. Só ele pode determinar as causas do problema e indicar o tratamento adequado.

Micose - Cuide-se, porque o tratamento costuma ser demorado (às vezes mais de seis meses). Normalmente são provocadas por fungos, como Pé-de-atleta, (mais conhecido como frieira). Os sintomas mais comuns são: coceiras, unhas esbranquiçadas, deformadas e até descoladas dos dedos, e descamação na planta dos pés. Se não chegou ainda a esse ponto, não facilite: enxugue bem os pés depois do banho. Um truque é aproveitar o secador de cabelos para eliminar toda a umidade entre os dedos.

Unha encravada - Não mexa até procurar um podólogo. Cortada de forma correta, com uso de instrumental cirúrgico e produtos antiinflamatórios, quando necessário, a unha pode voltar ao normal em cerca de seis meses, utilizando-se o "Clip System", sistema de tração com Fibra de Memória Molecular, disponível na rede Spé, O Spa do Pé.

Rachaduras - Além de serem sinal de desleixo, podem virar porta de entrada para fungos e bactérias. O quadro pode ser revertido com hidratação intensa.

Descamação - Se ocorre no meio da planta dos pés, provavelmente a pele pode estar contaminada por fungos. No caso, procure um dermatologista. Mas se a pele estiver descamando no local onde há atrito com o sapato, a solução é usar um modelo de calçado mais adequado, lixar ou esfoliar levemente os pés e não relaxar na hidratação, que acaba com o ressecamento.

Bromidrose (chulé) - Fique tranqüilo, diferente do que todo mundo pensa, aquele cheiro insuportável não tem origem nos seus pés, mas é fruto de um descuido na higiene de pés e calçados. O odor é provocado pela decomposição de peles mortas, originadas do exercício mecânico do caminhar. Para evitar e tratar é só utilizar meias de algodão, palmilhas protetoras para calçado e alternar os sapatos a cada uso.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Reflexologia podal



O que é Reflexologia?
Ciência que estuda os efeitos reflexos no organismo humano, reflexo: segundo a fisiologia é uma reação motora ou secretora, desencadeada pelo Sistema Nervoso em conseqüência de estímulos capitados por informações sensitivas, e logia vem do grego logos que significa estudo ou conhecimento.

Reflexoterapia
Pratica da técnica da reflexologia como terapia.

Porque precisamos de reflexoterapia?
Porque ficamos doentes ou com distúrbios. A reflexologia baseia-se no principio de que existem áreas, ou pontos reflexos nos pés e nas mãos que correspondem a cada órgão, glândula e estrutura no corpo. Ao trabalhar nesses pontos reflexos, reduzimos a tensão em todo o corpo. A pressão é aplicada nas áreas reflexas com os dedos das mãos ou usando técnicas específicas, provocando mudanças fisiológicas no corpo, na medida em que o próprio potencial de cura do organismo é estimulado. Dessa maneira, os pés podem desempenhar um papel importante para conquistar e manter uma saúde melhor.

Nosso sistema nervoso possui uma rede de fibras nervosas que interligam o Cérebro a praticamente todas as partes do corpo. Estas interagem ao cérebro funções vegetativas, equilíbrio motor e as mais diversas sensações. Nos nossos pés há milhares de terminações nervosas livres que sensibilizam vias que farão sinapse na medula até o cérebro sede do sistema nervoso central. Estas terminações nervosas livres modificam os estímulos de pressão ou tato em impulsos elétricos e estes através das vias aferentes de sensibilidade chegam ao cérebro. Estes impulsos chegam à áreas nobres, como aos núcleos da formação reticular que vão liberar serotonina, noradrenalina, dopamina e acetilcolina, provocando reações adrenérgicas ou colinérgicas interagindo por feedback com o córtex e áreas afetadas.

A reflexologia interage no feedback em busca da homeostasia
Se em um órgão ou víscera controlado pelo sistema nervoso autônomo apresentar algum distúrbio, um sensor nele se encarregará através de uma via aferente em informar ao sistema nervoso central, que atuará como regulador enviando respostas via efetores para a devida correção do distúrbio.

Acreditamos que estes impulsos ou respostas eferentes provenientes do sistema nervoso central além de percorrerem vários sistemas homeostáticos incluindo o próprio órgão em questão, chegarão também às milhares de terminações livres relacionadas com aquele órgão ora espalhadas na periferia do corpo (ou micro sistemas).
Isso explica os excelentes resultados da acupuntura, do shiatsu e massoterapia e da auriculoterapia.

Porém em se tratando da reflexologia podal, os pés é uma parte do corpo onde há uma grande concentração destas terminações nervosas livres bem como outros receptores tão importantes para o equilíbrio do corpo contra a gravidade e espaço.
Pode-se imaginar então a quantidade de impulsos que chegam e partem desta periferia do corpo visando o equilíbrio estático, bem como o tônus vaso-motor.

Na teoria da reflexologia podal podemos acrescentar os impulsos reflexos que descem pela medula referente a órgãos ou vísceras ora com distúrbios que estejam em manutenção ou não, uma coisa vai acontecer o ponto no pé referente aquele órgão ou víscera vai se sensibilizar. Isto explica então porque na presença de um distúrbio hepático o ponto do fígado no pé apresenta grande sensibilidade.

Um distúrbio persistente pode ser conseqüência de algum bloqueio nas vias ou mecanismos homeostáticos. Acreditamos que a persistência dos impulsos aferentes da reflexologia via medula chegarão ao sistema regulador percorrendo suas vias eferentes, acelerando ou mesmo desbloqueando naturalmente tais mecanismos.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Reflexologia para o alívio da cãimbra

Por qual motivo ocorre algo incômodo denominado câimbra?

O fato ocorre quando um músculo ou um conjunto de músculos se contrai e permanece nesse estado causando uma grande dor. O desequilíbrio de minerais no corpo provoca essa indesejável contração muscular, principalmente durante a noite. A reflexologia é um caminho extremamente prazeroso e viável que pode ser utilizado.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Curso de reflexologia em Brasília


Curso Intensivo de Férias

Reflexologia Podal
Datas - 30 e 31 de Julho (sábado e domingo)
Investimento - R$149,00 (Parcelado - 2 x R$100,00)

Workshops Gratuitos
Na próxima terça feira dia 26 de Julho vamos ter Workshop Gratuito de Reflexologia


SCRN 714/715 Bloco G Loja 50, Asa Norte - Brasília - DF
(61) 39677005
atendimento@spaecia.com
www.spaecia.com

sábado, 23 de julho de 2011

Dicas para massagear os pés



Lave bem as mãos com água fria e bastante sabonete neutro antes e depois de cada massagem.
Se quiser, você pode usar óleos, pós ou talcos para facilitar a massagem.
Dez minutos de pressão e massagem serão suficientes para sentir um grande alívio.
Fazer essa massagem uma vez por semana terá um efeito maravilhoso!!!...

Existem vários tratamentos para aliviar a dor ou melhorar o estado físico e a energia das pessoas.Eles combinam técnicas orientais e ocidentais baseadas na estimulação por pressão de diferentes zonas do corpo. Hoje podemos recorrer à acupuntura, à digitopuntura e à reflexologia.Apresentamos algumas dicas para massagear os pés. Experimente alguns dos benefícios da reflexologia e sinta-se melhor... ... ...

ALGUMAS DICAS EM APENAS NOVE SIMPLES PASSOS!!!
1
Sente-se em uma posição cômoda, com o pé direito apoiado sobre o joelho esquerdo ou vice-versa.
2
Segure o pé com uma das mãos, enquanto pressiona a planta do pé com o polegar ou o indicador da outra mão.A pressão deve ser constante, com uma força média, e com um movimento circular contrário ao dos ponteiros de um relógio.
3
Comece a massagem pressionando dos dedos até o calcanhar.Não se esqueça de massagear os dedos e as laterais do pé.Como na planta do pé se refletem todas as áreas do corpo, com esta massagem geral você vai identificar os pontos mais sensíveis, aqueles em que sente dor.
4
Repita o procedimento com o outro pé para detectar os pontos sensíveis ou dolorosos.
5
Terminada a massagem geral dos pés, faça uma massagem localizada nas zonas sensíveis ou doloridas identificadas nos dois pés, sempre utilizando os dedos polegar ou indicador.A dor desses pontos indica que o órgão correspondente não está funcionando corretamente e precisa de mais estimulação.Faça pressão entre média e forte, sempre no sentido anti-horário.
6
Se você sentir muita dor, massageie a área em volta até chegar ao centro do ponto doloroso.Mantenha, então, uma pressão suave e constante, mas não excessiva.
7
Lembre-se de que a massagem excessiva costuma ser contraproducente.É preferível repetir a massagem em uma sessão posterior para ir normalizando aos poucos o ponto dolorido.
8
Complete o tratamento massageando novamente toda a planta de cada pé, dos dedos ao calcanhar.
9
Para finalizar, massageie o peito do pé, o tornozelo e friccione o pé todo.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

massagem nos pés


Quando um órgão não está funcionando corretamente, os pontos ao longo do meridiano do pé estará duro e doloridos antes de o corpo começar a doer. Esta rede é uma forma de auto-controle do nosso corpo que regula o seu funcionamento.
Quando há excesso de energia no meridiano é necessário para acalmar dispersar energia para o meridiano seguinte. Ao acalmar energia que tem sido até agora bloqueados, começa a fluir novamente através do corpo e permite que o corpo para purificar-se pela atividade.
A melhor maneira de acalmar a energia Ki acumulado é por meio de pressão contínua, suave e profunda.
Praticar reflexologia até cinco minutos por dia, recebera uma resposta saudável do nosso corpo, as mãos continuam a massagem logo liderada por instinto. Esta rotina diária contribuir para uma melhor compreensão de nossos corpos e descobrir anomalias em nós mesmos, antes de consultar o médico.

Publicado por Elsa

quarta-feira, 20 de julho de 2011

O que é a reflexologia podal?





É o estudo dos pés como áreas de reflexo de todo o organismo, ela se baseia em um mapeamento feito a partir da sobreposição do corpo aos pés, obedecendo algumas correspondencias:


Zonas ou pontos dos pés e partes do corpo refletidas, Ex: Os artelhos parte do corpo correspondente: A cabeça, o detalhamento desse mapeamento da um ponto específico para cada órgão, víscera e glândula existente em cada região refletida totalizando 58 pontos.

Um pouco mais da história e da origem dessa maravilhosa técnica.

Quando paramos para pensar sobre os nossos pés, muitas vezes nos pegamos fazendo a mesma pergunta: Como estruturas relativamente tão pequenas, são capazes de suportar todo o peso do nosso corpo?
Se analizarmos a anatomia dos pés, veremos que, apesar de pequenos, a complexidade dessas estruturas justificam a sua nobreza de sustentar e movimentar todo o corpo.
Os povos do oriente foram mais longe, além de estudar acerca das funções anatômicas, eles também descobriram que os pés têm pontos de ligação com órgãos, vísceras e todas as partes que formam a estrutura corpórea, a partir daí,desenvolveram técnicas de massagens que foram largamente utilizadas com finalidades terapêuticas, o que pôde ser comprovado posteriormente através da descoberta de diversos registros dessas práticas.


Após muitos anos de esquecimento vários povos passaram a resgatar esses conhecimentos e a diferentes práticas de massagem, todas elas se fundamentam em um mapeamento muito similar dos pés, porém a forma e a sequência de manipulação dos pontos ganham características diversas de acordo com a região de origem da técnica.

As origens da reflexologia remontam a um tempo em que as técnicas de massagem eram amplamente reconhecidas pelos seus efeitos terapêuticos.
Apesar de não contarmos com datas exatas, as evidências mostram que a reflexologia podal foi utilizada pelos japoneses e pelos egípicios áh mais de cinco mil anos.

Após um longo período de esquecimento, diferentes civilizações resgataram essa técnica milenar e espalharam seus adeptos por todo o mundo.

Objetivos da reflexologia podal:

Sob a epiderme existem várias terminações nervosas, que fazem parte do sistema nervoso autônomo, elas recebem impulsos originados no interior do corpo, é desta forma que os estímulos exercidos nos pés chegam a todo o organismo, assim como os possíveis distúrbios internos podem ser detectados através da diagnose dos pés.

A reflexologia podal é uma técnica de massagem que, através da manipulação de pontos específicos, objetiva promover o equilibrio energético e metabólico do corpo.

A harmonia física, mental e emocional depende do perfeito fluir das energias yin e yang, qualquer desequilibrio entre essas energias manifesta-se ao longo de nosso corpo e são perceptíveis através do toque.


A reflexologia permite o diagnóstico energético através da análise dos pontos dos pés e oferece uma forma de intervenção para a prevenção e tratamento das disfunções energéticas, cabe lembrar que em como toda técnica oriunda da filosofia oriental, a reflexologia não se propõe a curar e sim a oferecer um instrumento para que o próprio organismo lance mão de recursos para agir a seu favor.


A manipulação ordenada dos pontos dos pés envia sinais ao sistema nervoso, que reflete ondas de relaxamento para todo o ser, o relaxamento do corpo leva ao relaxamento da mente e assim todas as funções humanas ganham condições para interagirem harmonicamente, aí está o principal objetivo da reflexologia podal.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

domingo, 17 de julho de 2011

Massagem na novela Insensato Coração


Natalie (Debora Secco) faz uma massagem para ficar com pés de princesa.
Com essa dica, que tal marcar uma massagem?

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Reflexoterapia ajuda combater a impotência



Reflexologia, a prática de aumentar o fluxo sanguíneo em partes do corpo exercendo pressão sobre pontos designados, é uma cura natural para a impotência.
Ela produziu resultados mistos naqueles que já se aventuraram pela terapia – ou seja, pode funcionar ou não. Os pontos de pressão sobre os tornozelos correspondem ao pênis, então, em teoria, pressionar esses pontos deve promover uma ereção.

E a reflexologia tem uma vantagem a seu favor: aumenta o relaxamento, o que, pelo menos, se a terapia não der certo, pode ajudar a aliviar o estresse da disfunção erétil.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

A Reflexologia Podal é um método terapêutico


A Reflexologia Podal é um método terapêutico holístico. Ela consiste em pressionar e massagear os pontos dos reflexos nos pés. No Contexto da Reflexologia, o termo "reflexo" é usado no sentido de refletir. Esses reflexos são encontrados na sola dos pés.

Eles funcionam como pequenos "espelhos" que refletem o organismo inteiro. Esta forma de tratamento por meio dos pontos de pressão é conhecida na Índia e na China há mais de 5000 anos.
A Reflexologia ensina que existe uma energia vital que circula pelos órgãos do corpo. Esta energia permeia todas as células e tecidos. Quando esta energia fica bloqueada, a parte do corpo correspondente ao bloqueio é afetada. Os bloqueios de energia no corpo podem refletir em uma zona, ou várias zonas refletoras. Quando utilizamos técnicas específicas de pressão, detectamos os bloqueios. Esses bloqueios correspondem a parte do corpo que está em desequilíbrio. Eles são identificados através da sensação de dor. São identificados também através da presença de "áreas granulosas" conhecidas como depósitos de cristais.

A Reflexologia é uma arte suave, uma ciência fascinante e uma forma extremamente eficaz de massagem terapêutica que conquistou um lugar de destaque no campo da medicina complementar. Ela é uma ciência porque se baseia no estudo fisiológico e neurológico, e é também uma arte porque muita coisa depende da habilidade com que o terapeuta aplica o seu conhecimento e da dinâmica que ocorre entre o clínico e o beneficiário.

Os reflexologistas não isolam uma doença pra tratar os seus sintomas nem atuam especificamente sobre um órgão ou sistema; em vez disso, eles tratam a pessoa inteira com o objetivo de induzir um estado de equilíbrio e harmonia. A arte da massagem reflexa dos pés não deve ser confundida com a massagem básica dos pés ou com a massagem do corpo de maneira geral Ela é uma técnica específica de pressão que atua em pontos reflexos precisos dos pés com base na premissa de que as áreas reflexas dos pés correspondem a todas as partes do corpo. Como os pés representam um microcosmo do corpo, todos os órgãos, glândulas e outras partes do corpo estão dispostas num arranjo similar ao dos pés.

O corpo é um campo de energia dinâmico. Os chineses descobriram que essa energia - C'hi - circula ao longo de 12 meridianos que existem dentro do corpo. A teoria de que alguma forma de energia anima o corpo agora está sendo mais amplamente reconhecida.

As origens da Reflexologia remontam à antiguidade, quando as terapias de pressão eram reconhecidas como uma forma de medicina preventiva e terapêutica. Embora não se saiba ao certo quando e como isso começou, as evidências indicam que a massagem terapêutica nos pés tem sido praticada por diversas culturas ao longo da história. De acordo com uma teoria que goza de larga aceitação a Reflexologia nasceu na China há 5.000 anos.

Não pode haver muitas dúvidas em relação à existência e uma forte ligação entre a Reflexologia e a acupuntura. Elas certamente se baseiam em idéias semelhantes. Ambas são consideradas terapias de meridianos na medida em que propõem a idéia de que linhas de energia ligam as mãos e os pés à diversa parte do corpo. Isso permite que todo o corpo seja tratado quando se trabalham as áreas reflexas.

A Reflexologia obviamente tem alguma relação com a acupuntura, o shiatsu e a acupressão. Segundo a acupuntura, o corpo tem doze pares de meridianos e dois meridianos especiais conhecidos como vasos. Juntos eles constituem o sistema de energia do corpo, cuja função é manter a saúde da pessoa. Esses meridianos são caminhos por meio dos quais a energia do universo circula através dos órgãos e mantém o universo e o corpo em harmonia.

Todas as sessões são diferentes. O Cliente é testado e seus desequilíbrios energéticos são identificados e restabelecidos à medida que a terapeuta os encontra através dos toques nos pontos reflexos lógicos situados nos pés.

O ambiente é preparado com luz, Aroma terapia e Musicoterapia podendo-se utilizar a entonação de som New Age, Mantras ou Cantos Gregorianos de acordo com a necessidade de cada um.

A Técnica, que é extremamente relaxante, libera toxinas do organismo, equilibra e fortalece a pessoa que a recebe para um cotidiano mais ameno.

terça-feira, 12 de julho de 2011

A Reflexologia a serviço de sua Saúde!



A REFLEXOLOGIA PODAL é uma técnica de massagem das ramificações da Medicina Tradicional Chinesa.

A pressão é aplicada nas áreas reflexas com os dedos das mãos e usando técnicas específicas. Isso provoca mudanças fisiológicas no corpo na medida em que o próprio potencial de equilíbrio do organismo é estimulado. Dessa maneira, os pés podem desempenhar um papel importante para se conquistar e manter uma saúde melhor. A meta desta técnica é o retorno do equilíbrio. O passo mais importante para isso é reduzir a tensão e induzir ao relaxamento.

A REFLEXOLOGIA pode ser considerada o equivalente a uma regulagem, um ajuste do corpo. Ela não cura - somente o corpo é capaz de fazê-lo. Mas a técnica ajuda a equilibrar todos os sistemas corporais, estimulando uma área pouco ativa e acalmando uma super ativa. Ela é inofensiva para as áreas que estão funcionando adequadamente. Como todos os sistemas do corpo intimamente relacionados, qualquer coisa que afete uma parte vai acabar afetando o todo. Numerosos terapeutas, após diversos anos de estudo e prática, concluíram que a REFLEXOLOGIA atua em diversos níveis: fisiológico, psicológico e espiritual.

A REFLEXOLOGIA tem como objetivo corrigir os três fatores negativos implicados no processo das doenças: congestão, inflamação e tensão (Norman, 1991).

Quando se fala em tensão, devemos lembrar que não se apresenta independente das emoções e sentimentos, ou seja, uma tensão também diz de uma parte psicológica a ser cuidada. Portanto, é de grande auxílio nas psicoterapias trazendo material importante ao profissional principalmente os de abordagem corporal e transpessoal.

Normalmente as pessoas sentem muitas dores nos pés e sofrem numa constante tentativa de adaptação refletindo esta tensão nos músculos, principalmente nos joelhos e ombros aumentando assim a fadiga e irritabilidade. Abusamos de nossos pés, visto quanto bem nos faz, ficar com os pés livres, após um dia de trabalho.

Reflexos sensíveis à dor indicam quais partes do corpo estão congestionadas. Essa avaliação diz respeito apenas a partes do corpo "fora de equilíbrio", e não a distúrbios específicos. É importante ter consciência disso. Os reflexologistas não praticam medicina. Esse é o domínio dos médicos licenciados. Os reflexologistas nunca diagnosticam uma doença, nunca tratam uma doença específica nem prescrevem ou ajustam a dosagem de medicamentos.

A REFLEXOLOGIA ajuda a eliminar problemas causados por doenças específicas. Ao trazer o corpo de volta a um estado de equilíbrio, o tratamento reflexológico pode combater diversas doenças. Relaxa tensões, melhora a circulação sangüínea, oxigenação e o sistema nervoso, ajudando a equilibrar o organismo naturalmente.

Fábio R. Boni
Acupunturista e Massoterapeuta

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Desfrute da reflexologia

Conheça uma prática milenar suave e segura que visa a saúde integral e tem trazido alívio no controle da dor até para quem tem câncer

Todo mundo gosta de uma boa massagem nos pés. Mas, quando ela é realizada por especialistas em reflexologia, seu efeito não é apenas relaxante, mas pode auxiliar no tratamento de doenças físicas e psicológicas. Reconhecida pelo Ministério da Saúde do Reino Unido como uma terapia complementar, a técnica possui tradição milenar e já era conhecida na antiguidade em países como Egito, Índia e China.
No início do século XX, o otorrinolaringologista americano William Fitzgerald descobriu a reflexologia moderna (terapia zonal), que pressupõe linhas de energia ramifi cando-se por todo o corpo. Segundo Noriyuki Kashiwaya, professor de Reflexologia do Centro de Estudos de Acupuntura e Terapias Alternativas, a prática compreende a estimulação de determinados pontos situados nos pés, que se relacionam a regiões específicas do corpo humano, conhecidas como áreas reflexas. “Cada área corresponde aos órgãos, nervos, glândulas e partes do corpo inteiro”, diz Kashiwaya.

A partir da pressão desses pontos, o corpo relaxa, a circulação sanguínea melhora e os órgãos e glândulas se equilibram. Como a maioria dos problemas de saúde está relacionada ao estilo de vida, a reflexologia se apresenta como uma terapia útil, não invasiva, sem contraindicações, que estimula o funcionamento correto do corpo, fortalecendo o organismo e desbloqueando tensões.

Por dentro da técnica
Louise Keet, diretora da London School of Refl exology (Reino Unido) e autora do livro A bíblia da reflexologia, um guia definitivo para a reflexologia (Pensamento), afi rma: “Esta não é uma terapia para diagnosticar doenças, nem um tratamento médico. Ela não cura: só o corpo pode fazer isso. A reflexologia apenas facilita sua recuperação”. Kashiwaya completa: “O que acontece é que o terapeuta, através da técnica, ativa essa capacidade que todo corpo possui, levando-o ao equilíbrio”.

A técnica pode ser aplicada em qualquer pessoa: bebês, idosos, grávidas e até em pacientes oncológicos, ou como parte dos cuidados paliativos. Estudos científicos preliminares têm demonstrado que a reflexologia é efetiva para distúrbios como ansiedade, estresse, tensões, constipação crônica, diabetes do tipo 2, bem como no controle da dor. Kashiwaya acrescenta que o objetivo final é o equilíbrio integral. “Por isso, a terapia é indicada para todo tipo de patologia, a menos que seja um caso cirúrgico, onde houve uma fratura exposta”, exemplifica.

Numa primeira visita, o terapeuta observará atentamente a pessoa e investigará seu histórico para conhecer seus hábitos de vida. Após essa primeira fase, ela será convidada a se sentar ou a se deitar para exame dos pés. Avaliadas as áreas a serem tratadas, as sessões terão duração média de 20 minutos. E as sessões serão semanais ou, em casos mais graves, poderão ocorrer a cada três dias. “É difícil dizer quanto tempo durará o tratamento, pois isso dependerá da evolução e da saúde de cada um”, fala o professor.

Como a prática não é regulamentada no Brasil, a formação se dá por meio de cursos livres. Segundo Kashiwaya, na hora de escolher um profissional, o melhor a fazer é investigar sua formação. “O bom profissional deve se empenhar em utilizar todo conhecimento adquirido. Mas o importante é sua intenção. Esta, somada à capacidade de ouvir a pessoa, representa 50% do trabalho”, conclui.

TIRE SUAS DÚVIDAS

A reflexologia é feita somente nos pés?
Não, ela pode ser também manual, facial, nasal, auricular, óssea, ocular e até dental.

A técnica dói?
Em geral é indolor, mas pode doer em determinados pontos. Terapeutas bem treinados devem avaliar os limites de cada indivíduo.

Dá cócegas?
Os terapeutas têm conhecimento e habilidade para manusear e estimular pontos com firmeza que nada se parece com cócegas.

É segura?
Sim, e pode ser aplicada em bebês, idosos, grávidas e até em pessoas submetidas a tratamentos oncológicos ou cuidados paliativos.

É um tipo de massagem embelezadora para os pés?
Não, é uma terapia que estimula pontos que se relacionam a órgãos vitais do organismo e leva ao equilíbrio integral.

Todos os enefícios que você pode ter

● A técnica ajuda o corpo a restabelecer-se de quaisquer distúrbios a que esteja sujeito
● Diminui o efeito do estresse
● Estimula o sistema imunológico
● Alivia a dor
● Melhora a circulação
● Agiliza o trânsito intestinal
● Elimina detritos orgânicos
● Livra o corpo de toxinas
● Estimula os nervos
● Promove relaxamento geral
● Cria vínculos mais sólidos com as crianças
● Facilita o convívio entre as pessoas
● Ajuda na recuperação pós-cirúrgica, diminuindo a dor e acelerando a cura

Fonte: Revista Vida Saúde

domingo, 10 de julho de 2011

sábado, 9 de julho de 2011

Reflexologia - Pés X Corpo



Acredita-se que aplicando pressão nas zonas específicas sobre os pés e as mãos a energia bloqueada no corpo é liberada e consegue-se incentivar os órgãos correspondentes a começar a curar e funcionar como deveriam. Isso ocorre porque manipular as zonas dos pés e mãos melhora a circulação e libera endorfinas, hormônios responsáveis pelo sentir-se bem do corpo. Alivia o stress e alivia a dor em um nível mais geral.

Como é uma sessão típica de um profissional certificado da reflexologia?
Inicialmente é necessário avaliar o estado geral da sua saúde. Avaliando-se as adaptações de seus pés e mãos tem relação a uma resposta à dor e estresse. Essas adaptações vêm em forma de nódulos, calos ou joanetes, botões sobre as articulações dos dedos dos pés e das mãos.

Uma vez que a avaliação tem sido feita, manipula-se as zonas dos pés e das mãos através de várias técnicas. A manipulação pode ser dolorosa, mas se torna-se muito, você deve comunicar. Demasiada pressão sobre as zonas podem causar danos ao invés de ser bom. A sessão de reflexologia é sempre feita com roupas e óleos ou cremes são raramente usados, ou nunca utilizados.

Dentro de 30 minutos após a sessão, você deve sentir os efeitos da reflexologia em seu sistema. No entanto, não se deve substituir o tratamento convencional pela reflexologia. Mas se você está se sentindo doente, vá ver um médico.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

A Bíblia da Reflexologia

Autor: KEET, LOUISE

Editora: PENSAMENTO

Sinopse

A reflexologia é uma terapia leve e segura que fortalece o sistema de cura do corpo e ajuda a combater o stress. Este livro abrangente contém tudo que você precisa para conhecer o assunto, incluindo mapas de zonas das mãos e pés, técnicas para trabalhar os pontos reflexos, conselhos sobre como se preparar para a sessão de reflexologia e uma rotina passo a passo para tratar o corpo todo.

Com uma lista detalhada de instruções para aliviar os incômodos comuns, de problemas digestivos a lesões de pele, além de tratamentos especializados para crianças, casais e idosos, este é o único guia de reflexologia que você irá precisar.

I.S.B.N.: 9788531516917
Altura: 17 cm.
Largura: 14 cm.
Profundidade: 3 cm.
Acabamento : Brochura
edição : 1 / 2011 / JANEIRO
idioma : Português
país de Origem : Brasil
Número de Paginas : 400

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Liberando as tensões



Para aqueles que vivenciaram a experiência, massagem nos pés é muito bom. Quando a pressão é aplicada a vários pontos na sola do pé, parece que toda a tensão que se acumulou ali está sendo liberada; levando ao organismo uma sensação de alívio imediato.

A Reflexologia não é somente a massagem nos pés, é uma prática de cura, onde a pressão é aplicada a determinadas áreas dos pés, mãos e ouvidos – para trazer a cura para o corpo. Essas áreas são chamadas de zonas ou reflexos, o coração da reflexologia é a teoria de que cada zona ou reflexo corresponde a um determinado órgão do corpo.

A Reflexologia costumava ser conhecida como terapia de zona e alguns profissionais ainda fazem uso deste termo.

Os praticantes da reflexologia afirmam que os princípios da prática existe há cerca de cinco mil anos. Diz-se que existem provas arqueológicas que comprovam a prática de reflexologia, no Egito, China e Japão desde 2700 aC. A prática da reflexologia em si, porém, só veio ao mundo ocidental durante o século 19.

Como afirmado anteriormente, em reflexologia, acredita-se que o pé, mão e orelha são segmentadas em diferentes zonas ou reflexos e estas zonas correspondem a uma determinada parte do corpo. Acredita-se também que os pés e as mãos são muito sensíveis, como eles têm sensores de pressão que estão relacionados com o mecanismo de fuga ou luta do corpo. O fluxo de energia através do corpo podem ser bloqueadas nestas zonas, causando estresse e prejudicando o bom funcionamento de determinados órgãos do corpo. Quando os órgãos do corpo não conseguem fazer seu trabalho corretamente, as doenças se desenvolvem.

Como o corpo é dividido de acordo com a reflexologia?

* Pé esquerdo ou mão esquerda – o lado esquerdo do corpo
* Pé direito ou mão direita – o lado direito do corpo
* Interiores do pé / mão – a espinha
* lados exteriores de pé / mão – braços e ombros
* Os dedos do pé e dedos – cabeça e pescoço, bem como os órgãos no interior
* Os ossos longos dos pés / mãos (o arco) – cintura
* Área acima do arco e debaixo dos pés (a bola do pé) – entre órgãos da cintura e do pescoço (pulmões, coração, mama, fígado, estômago, etc)
* Espaço abaixo do arco (o calcanhar) – órgãos abaixo da cintura

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Massagem Reflexologia Podal

Técnica de massagem nos pés, Bastante divulgada no mundo. Reflexologia é o estudo dos pontos reflexos, mais conhecida como uma técnica de massagem nos pés e nas mãos em pontos específicos. Cada um destes pontos são conectados com os meridianos, estes são os canais por onde flui a energia vital no interior do nosso corpo físico. Quando esses pontos passam ser estimulados corretamente, eles ativam o fluxo de energia vital direcionando para os órgãos e assim estabelece o equilíbrio do nosso organismo.
Reflexologia podal é uma massagem preventiva, ajuda manter o equilíbrio vibracional e conseqüentemente manter a nossa saúde. Nunca devemos abandonar tratamentos com nosso médico e a terapia medicamentosa que estejamos usando. Lembre-se sempre, a terapia alternativa é complementar ao tratamento alopático e homeopático que estejamos fazendo.
O Objetivo da Reflexologia é promover a harmonia do corpo, da mente e das nossas emoções. É uma terapia Holística, termo “holus”, derivado do grego, quer dizer inteiro. Nosso corpo, nossos pensamentos, nossas emoções tudo é energia em diferente estado de manifestação e campos da consciência .
A energia cósmica vital, conhecida como ch’i, flui no nosso corpo físico e energético. Quando estamos em harmonia com essa energia temos mais saúde, equilíbrio e bem estar físico, mental e espiritual. Do contrário, quando a energia vital é bloqueada em algum ponto dos meridianos no nosso corpo físico ou nos Chakras temos predisposição para o mal-estar e conseqüentemente aparecem as doenças.
A massagem nos pontos específicos dos pés ajuda-nos no alívio das tensões e faz com que a energia flua positivamente. Enquanto você não puder ser atendido por um massoterapeuta, pode aplicar está técnica simples que ajuda a renovar sua energia após um dia de trabalho.


Por: Randler Michel

terça-feira, 5 de julho de 2011

A Reflexologia Thai ajuda a desfazer as tensões do corpo

Descubrar como a Reflexologia Thailandesa pode ajudar a reduzir os nódulos de tensões no seu corpo.

O Sistema Nervoso comunica-se através de células neurológicas com todo o corpo. Essa comunicação se dá através de impulsos nervosos e ou elétricos. Atualmente a ciência explica que estes impulsos nervosos, elétricos, informam ao cérebro, por meio de canais nervosos (aferentes), a patologia ou o mau funcionamento da estrutura do organismo. Em contrapartida o cérebro responde à informação recebida através de impulsos nervosos, elétricos, por meio de canais nervosos (eferentes) os sintomas, como dor, má digestão e assim por diante. Estudando a anatomia dos pés encontramos milhares de terminações nervosas, que além de enviarem informações como tato, pressão, temperatura e dor, podem trazer consigo informações do funcionamento de todo o corpo.

A ciência já considera que quando há uma patologia, sinais são enviados ao cérebro, na forma de descargas elétricas, quanto maior o grau da patologia, maior será esta descarga elétrica e, consequentemente, maior será a resposta do cérebro. Porém, uma segunda resposta é enviada via medula espinal até os pés. Ao chegar essa “forte” descarga elétrica em plexos nervosos, já mapeados nos pés segundo seu órgão correspondente, provocará o rompimento de micro vasos (capilares sanguíneos), e atrairá este sangue para junto dos terminais nervosos, formando verdadeiras bolhas minúsculas de sangue que são palpáveis, os nódulos, o que levou durante muitos anos à impressão de serem cristais. Quanto maior for a descarga elétrica, maior vai ser a bolha envolvendo mais terminações nervosas e quanto maior a bolha, maior será a dor no ponto.

Estudando o grau dessas dores nos pontos reflexos podais, podemos, num primeiro momento, avaliar o funcionamento dos órgãos e as possíveis causas patogênicas (que originaram a doença). E num segundo momento, através de estímulos específicos e controlados, que podem ser realizados com as mãos ou uso de equipamento próprio da Reflexologia, tratar a patologia.

(teoria idealizada, estruturada e finalizada pelo professor Osni no IOR
por Celso Freitas e Marcos Yshida Ferrari

domingo, 3 de julho de 2011

O equilíbrio está na planta dos seus pés



Massagear pontos específicos dos pés pode ser um complemento eficaz para o organismo. Entenda o que a reflexologia pode fazer pela sua saúde

A gerente de RH Andréia Tavares, 32 anos, é corredora há cinco anos. No início de 2010, após um treino longo de cerca de 30k, sentiu os músculos da coxa “puxando”. No dia seguinte, a dor se intensificou, somada a um inchaço na perna. Foi aconselhada a fazer massagens nos pés: a tal da reflexoterapia. Durante o tratamento, quando o terapeuta os apertava, sentia uma dor no local, seguida de queimação na coxa. Após duas semanas de sessões diárias, Andréia voltou a correr sem dor, e revigorada.

Como um toque nos pés pode tratar uma lesão na coxa? Aí está o segredo da reflexologia, uma massagem no­s pés que, além de relaxante, é uma aliada no tratamento de doenças e desequilíbrios no organismo.“Ela fun­ciona como complemento de outros tratamentos, isso porque os pés pos­suem pontos reflexos na sola, nos dedos e na parte superior, que correspondem a determinados órgãos e sistemas do corpo”, explica Camila Luisa Sa­­to, fisioterapeuta formada pela Unesp e especialista em terapias manuais.

Quando um terapeuta pressiona uma região específica, atinge justamente a região problemática. “Por exemplo, há um ponto nos dedos dos pés que é ligado à cabeça. Com a massagem no local, é possível reduzir crises de dor de cabeça”, acrescenta.

Há indícios de que a terapia manual já era praticada na China e no Japão por volta do ano de 3 000 aC. No Egito, foram encontrados desenhos com indicações de toques. Também há registros sobre a prática no livro Yellow Emperors Classic of Internal Medicine, no capítulo chamado “Exame Foot Method”, que liga a vitalidade aos pontos reflexos. Mas foi só no início do século 20 que ela passou a ser difundida no Ocidente.

Segundo Camila, a terapia vem sendo reinventada de tempos em tem­pos. E hoje ela se presta ao tratamento de ansiedade a dores na coluna e doenças cardiovasculares.

Alessandro Martins Luccas, professor de reflexologia podal da Escola Técnica Senac, afirma que o estímulo da terapia manual é capaz de aliviar do­res e fadiga, além de promover o au­mento da imunidade, devido à desintoxicação do organismo e melhora na absorção dos nutrientes, já que a te­rapia faz o sangue circular melhor, re­novando os líquidos celulares, principalmente os responsáveis pelas defesas do corpo. “Se existe um problema na coluna devido a uma má postu­ra, a reflexologia gera um alívio. A solução do problema se dará com o tratamento para corrigir a postura, mas como a reflexologia é uma terapia holística, isto é, que envolve o corpo e a mente, ela também ajuda no bem-estar e na recuperação”, diz o professor.

No ponto
Osni Tadeu Lourenço, presidente-fundador da Associação Brasileira de Reflexologia e Terapias Afins, esclarece o mecanismo da reflexologia.“Ao estimular pontos específicos dos pés, mandamos informações ao cérebro por meio de terminações nervosas, pa­ra que ele corrija possíveis desajustes no corpo”.

De acordo com Lourenço, existem ple­xos nervosos nos pés que ligam es­sas extremidades a órgãos e ao sis­tema nervoso. Forma-se, assim, uma espécie de “rede elétrica” no corpo através da qual os impulsos são distribuídos. “Quando um órgão não funciona adequadamente, envia impulsos elétricos ao cérebro, e esse para os pés. Essas descargas geram um aumento da pressão capilar, que após um tempo geram bolhas, o que impede a boa circulação e a comunicação do sistema nervoso”, afirma Lourenço. Por meio dos estímulos manuais, as bolhas se espalham, o que reativa as comunicações ner­vosas que não eram suficientes. “Essa é causa das dores que ocorrem nos pontos reflexos durante as sessões”.

Com o tratamento, as descargas elétricas desaparecem, o sangue naquele local se espalha e, por um processo de absorção natural, que envolve o sistema linfático e o circulatório, as pressões sobre os terminais nervosos acabam por se normalizar e retomar a perfeita comunicação nervosa entre o cérebro, o ponto reflexo e o órgão comprometido. Logo, as dores nos pés durante as sessões desaparecem, sinal de que o corpo está se recuperando.

Os pés falam
Lourenço entende os pés como “espelhos” do que acontece no organismo. Segundo ele, também é possível interpretar a personalidade dos pacientes por meio dos dedos dos pés. “Essa técnica também ajuda no tratamento de doenças. Afinal, muitas pessoas sofrem de ansiedade, ou sofreram traumas, e desenvolvem doenças por conta disso.”

Indicações para aderir à reflexologia:
› TPM
› Sinusite
› Anemia
› Lesões causadas por excesso de treinamento
› Hipertensão
› Enxaqueca
› Problemas renais
› Gastrite e úlceras
› Para o bem-estar durante a gravidez
› Tendinites e bursites

Quando você procurar o tratamento, o terapeuta irá avaliar a quantidade de sessões necessárias, que pode variar de duas vezes por semana a uma por mês, para manutenção. Segundo Luccas, a reflexologia gera bons resultados no tratamento de pro­blemas no joelho, no quadril e nos pés, assim como auxilia no tratamento da fasciíte plantar e contusões. Além disso, gera alívio imediato de dores, relaxa e melhora a circu­la­ção. “A terapia é bastante eficaz para quem exerce esforços repetitivos e tende a ter fadiga em uma determinada parte do corpo”, conclui.

Fonte: sport life