quinta-feira, 30 de maio de 2013


click na foto para ampliar

sexta-feira, 24 de maio de 2013

REFLEXOLOGIA ORIENTAL


Reflexologia
Reflexologia Oriental é um método terapêutico que utiliza técnicas à base de pressão e massagem em áreas e pontos reflexos, designadamente nos pés e nas mãos. Baseia-se no princípio de que as áreas reflexas estão intimamente ligadas às várias partes do corpo.
Todo o corpo está disposto, nomeadamente, nos pés, segundo o mesmo padrão do organismo formando um microcosmo deste. Através do estímulo dessas áreas e pontos específicos, actua-se directamente nos orgãos/vísceras/zonas do corpo correspondentes, auxiliando-os a encontrar o seu normal funcionamento e, por consequência, o equilíbrio de todo o corpo mantendo a saúde geral.
As origens da Reflexologia remontam à milhares de anos, quando as terapias à base de pressão eram reconhecidas como uma forma de medicina terapêutica e preventiva. Embora não se saiba ao certo quando nem como isso começou, as evidências apontam para que a massagem terapêutica nos pés tenha sido praticada por diversas culturas ao longo da história.
Uma teoria, que goza de aceitação no meio da Reflexologia, refere que esta terá tido a sua origem na China há 5.000 anos, muito embora as evidências concretas sejam ambíguas.
ReflexologiaNo entanto, as culturas egípcia e babilónica desenvolveram-se antes da chinesa e o Egipto contribuiu com uma evidência histórica de grande importância, um documento (pictograma) produzido entre 2.500 e 2.330 A.C. que descreve a prática daReflexologia, encontrado em escavações neste país.
Parecem não haver dúvidas quanto à existência de uma forte ligação entre aReflexologia e a Acupunctura, baseando-se ambas em ideias semelhantes, nomeadamente em terapias enérgicas e de meridianos, na medida em que propõem a ideia de que as linhas de energia ligam pés e mãos às diversas partes do corpo. Isso vem permitir que todo o corpo seja tratado quando se trabalham as áreas reflexas das mãos e dos pés.
Reflexologia é uma arte fascinante e suave e uma forma extremamente eficaz de massagem terapêutica, através da aplicação de pressões específicas em pontos reflexos especialmente nos pés, embora também possa ser feita nas mãos, que conquistou já um lugar de destaque no campo da medicina natural complementar. Baseia-se no estudo fisiológico e neurológico, dependendo bastante da dinâmica que ocorre entre terapeuta e paciente e da habilidade com que o terapeuta aplica o seu conhecimento.
Reflexologia é uma técnica curativa holística – o termo “holístico” é derivado dapalavra grega “holos” que significa “inteiro” – assim, procura tratar o indivíduo como uma entidade constituída de corpo, mente e espírito. Os reflexologistas não isolam uma doença tratando apenas os seus sintomas nem actuam especificamente sobre um sistema ou órgão; em vez disso, tratam a pessoa como um todo, com o objectivo de induzir um estado de equilíbrio e harmonia de todo o organismo.
A massagem reflexa dos pés, praticada na Reflexologia, não deve ser confundida como uma massagem banal aos pés. É uma técnica específica de pressão que actua em pontos reflexos precisos dos pés com base na premissa de que as áreas reflexas dos pés estão ligadas a todas as partes do corpo.
Como os pés representam como que um microcosmo do nosso corpo (ver imagem abaixo), todos os órgãos, glândulas e outras partes do corpo estão dispostos num arranjo similar nos pés. Esta representação microcosmica também pode ser encontrada na íris do olho, na orelha, nas mãos, no abdómen e até na cabeça. Todavia, as zonas reflexas dos pés são mais fáceis de localizar porque cobrem uma área maior e são mais específicas, tornando mais fácil o trabalho.
Reflexologia
A pressão é aplicada nas várias áreas reflexas com os dedos das mãos e usando técnicas específicas, provocando a reacção do organismo ao estímulo originando mudanças fisiológicas no corpo, na medida em que é o próprio potencial de cura do organismo que é estimulado. Dessa maneira, os pés podem desempenhar um papel muito importante para conquistar e manter uma saúde melhor.
Nesta terapia, útil no tratamento de doenças e eficaz para manter a saúde e prevenir o aparecimento de doenças, é da máxima importância o relacionamento entre o terapeuta e o paciente no processo de cura, actuando o terapeuta como um mediador para activar o potencial de cura do paciente.
A doença é o resultado directo de pensamentos e acções de cada pessoa. A mente é extraordinariamente poderosa e consegue afectar todas as células do nosso corpo, provocando a ocorrência de mudanças químicas. Deste modo, emoções negativas como a preocupação, desgosto, ansiedade e medo, bastante presentes na sociedade moderna, terão repercussões negativas na saúde.
As atitudes negativas nunca vão facilitar a cura. No entanto, uma atitude positiva é muito útil para se conquistar e manter um corpo, mente e espírito sãos. Lá diz o ditado “Mente sã em corpo são”. Assim, é fundamental para o paciente a disposição para se livrar da doença e adoptar um papel activo no seu tratamento.
A Reflexologia ajuda a equilibrar todos os sistemas do nosso corpo, acalmando as áreas em hiperactividade e estimulando as áreas monos activas. Estando todos os sistemas do corpo relacionados entre si, qualquer coisa que afecte uma parte vai forçosamente afectar o todo. De notar que a Reflexologia é totalmente inofensiva para as áreas que estão a funcionar adequadamente.
Numerosos terapeutas, após diversos anos de estudo e prática, concluíram que a Reflexologia actua aos níveis fisiológico, psicológico e espiritual.

QUAIS OS BENEFÍCIOS DA REFLEXOLOGIA?

  • É uma terapia preventiva
  • Equilibra todo os sistemas do corpo humano
  • Reduz os níveis de stress e induz um estado de relaxamento profundo
  • Equilibra todo os sistemas do corpo humano
  • Limpa o nosso corpo
  • Revitaliza a energia

COMO FUNCIONA A REFLEXOLOGIA?

  • Estímulo do sistema Linfático/Circulatório
  • Estimula a Energia Chi
  • Terminações nervosas/Depósitos de Minerais
  • Propriorrecepção

MAIORES BENEFÍCIOS DA REFLEXOLOGIA?

  • Trata a pessoa no seu todo
  • Aumenta as capacidades do sistema imunitário
  • Relaxa o corpo, a mente e o espírito
  • Melhora a comunicação nervosa
  • Melhora a circulação sanguínea
  • Normaliza as funções corporais
  • Alivia a dor
FONTE:http://rijocomoumpero.wordpress.com

domingo, 19 de maio de 2013

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Descubra por que os pés se destacam como uma das principais partes do corpo usadas na Reflexologia


Falamos muito em Reflexologia podal. Mas acredita-se que além do pé, outras partes do corpo como mãos e orelhas são segmentadas em diferentes zonas, tornando-as um reflexo de todo o organismo. Ou seja, permitem a aplicação da reflexologia por também corresponderem a uma determinada parte do corpo. Mais o que vemos ser mais difundido é o uso dos pés como principais “instrumentos” para manipulação na Reflexologia. Você já se perguntou por quê?

Facilidade de acesso aos pontos de tratamento


É tão difundido o uso dos pés para aplicação da reflexologia que a maioria de mapas é focada nesta parte do corpo. Basta fazer uma pesquisa na internet para comprovar isso.
Os pés acabaram se destacando como uma das principais partes do corpo usadas na Reflexologia pela facilidade de acesso aos pontos de tratamento. Estes pontos são localizados em uma área maior do que em outros reflexos, o que facilita a manipulação.

A Fisiterapeuta Eunice D. Ingham

A Fisioterapeuta Eunice D. Ingham foi uma das principais contribuidoras pela divulgação desta técnica aplicada aos pés. Ela tinha um fascínio pelo conceito de “Terapia de Zonas” e pelos trabalhos do Dr. Riley. Em meados de 1930 ela começou a desenvolver sua teoria sobre áreas reflexas nos pés.
Em tratamento a pacientes ela pode verificar que os pontos reflexos nos pés eram uma imagem espelho exato dos órgãos do corpo.
Eunice Ingham publicou livros baseados em seus estudos. Viajou muito dando resenhas destes trabalhos. Em seus workshops ela ensinou suas técnicas às pessoas. Graças a seu trabalho aReflexologia tornou-se cada vez mais conhecida tanto entre os médicos quanto para leigos.

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Abertas inscrições para oficina de reflexologia ministrada no Cepam JOÃO PESSOA


As inscrições para oficinas de reflexologia, que serão realizadas durante as sextas-feiras na área do Centro de Estudos e Práticas Ambientais (Cepam), que fica no Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica), estão abertas. A oficina é oferecida pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), sempre às 14h, por meio do setor de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) e tem por finalidade divulgar técnicas e conhecimentos simples e eficazes para o bem estar geral das pessoas.
As oficinas são abertas a todos os interessados e maiores de idade, com foco nos cuidadores e funcionários da área de Saúde. Ao final das oficinas também será oferecido um breve curso de aprofundamento da técnica para quem estiver interessado.
Método terapêutico holístico – A reflexologia é muito antiga conhecida originalmente como terapia por zona de reflexo. De acordo com a fisioterapeuta e terapeuta holística Maria Tereza Chimento, que será a facilitadora da oficina, a reflexologia compreende que existe uma energia vital que circula pelos órgãos do corpo, permeando todas as células e tecidos. “Quando essa energia fica bloqueada, a parte do corpo correspondente ao bloqueio é afetada e refletem-se numa ou mais zonas”, explicou.
A técnica consiste em pressionar e massagear os pontos de reflexos nos pés, mãos e orelhas e com isso proporcionar relaxamento, descontração dos músculos, melhoria da circulação sanguínea estimular a produção hormonal de endorfina, que funciona no organismo como analgésico contra a sensação de dor e é principalmente indicado no combate ao estresse, cansaço e tensão.
A reflexologia também pode ser benéfica para aliviar dores de cabeça, vista cansada e tensão nos ombros. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3218-9841.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

REFLEXOLOGIA - COMO RESTABELECER O EQUILÍBRIO ENERGÉTICO


Partindo do princípio de que a estrutura do corpo humano e de todos os seus órgãos se reflete nos pés e nas mãos e é por eles repre­sentada, a reflexologia pode ser definida como a prática de experiên­cias sensoriais, principalmente de pressão, aplicadas em pontos das mãos e dos pés, visando a cura de vários distúrbios comuns da saúde.
A técnica da reflexologia - um dos métodos mais eficientes de auto-ajuda - supõe, portanto, o conhecimento desses pontos e a escolha acertada do tipo de pressão que deve ser exercida sobre eles para eliminar ou aliviar os focos de tensão e restabelecer o equilíbrio energético do corpo como um todo.
Com mais de 500 ilustrações que mostram em detalhe as técni­cas básicas aconselhadas para cada caso, o livro se completa com dois índices: um, que enumera os diferentes tipos de distúrbios que po­dem afetar a saúde; o outro, que indica as áreas do corpo em que esses distúrbios costumam se localizar.
Os autores Kevin e Barbara Kunz são diretores do Reflexology Research Project, de AIbuquerque, Novo México.

Autor(es): Kevin e Barbara Kunz

Editora: Pensamento
Páginas: 240

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Conheça os benefícios da reflexologia para a saúde



Você conhece a reflexologia? Essa técnica oriental de massagem consiste na aplicação de pressão em pontos e áreas específicas dos pés, mãos ou orelhas. As regiões exigem variadas intensidades de pressão para serem ativadas, a fim de aliviar dores e beneficiar diferentes órgãos e partes do corpo, que são representadas por pontos correspondentes.
No caso da reflexologia podal (nos pés), que é a mais difundida e também mais efetiva, todos os órgãos e sistemas do corpo estão espalhados como zonas reflexas pela planta, dorso e laterais dos pés (locais que contém milhares de terminações nervosas e refletem diretamente no funcionamento do organismo). Todos esses pontos podem ser localizados por um mapeamento baseado nas técnicas da medicina tradicional chinesa (MTC), que também abrange a acupuntura e outros tratamentos.
O pé esquerdo corresponde à parte esquerda do corpo e todos os órgãos contidos nesse lado. Da mesma forma é tratado o pé direito. Por exemplo, a técnica defende que um local específico no alto do arco do pé direito corresponde ao ponto do fígado, pois é o lado em que ele é localizado no organismo. Ao pressionar de forma adequada essa região com os polegares, o funcionamento desse órgão é beneficiado.
Os benefícios da reflexologia para a saúde são tantos que uma recente pesquisa divulgada no Daily Mail mostrou que a terapia pode ainda ser tão eficaz quanto analgésicos para condições como dores nas costas e artrite. Esse foi o primeiro teste científico sobre a reflexologia como um tratamento para a dor aguda.
Relaxamento e saúde
Embora a reflexologia não seja utilizada para ser a cura de problemas graves de saúde, milhares de pessoas a usam para complementar os tratamentos convencionais de condições como a insônia, stress, asma, câncer, problemas cardiovasculares, diabetes, dores de cabeça, função renal, TPM, sinusite, além de ajudar a eliminar as toxinas do corpo e promover o bem-estar geral.
Como a técnica também trabalha com a redução da ansiedade, ela também pode ser de grande importância para o emagrecimento, fazendo com que haja um reequilíbrio da energia corporal e consequente combate da compulsão alimentar, redução do inchaço e aceleração do metabolismo.
Na primeira consulta de reflexologia, o terapeuta quer conhecer melhor o histórico médico do paciente, seus problemas de saúde, estilo de vida e alimentação. Feito isso, o especialista irá avaliar e identificar quais áreas do seu corpo não estão funcionando corretamente, usando a técnica da pressão nos pontos dos pés. As sessões duram de 30 minutos a uma hora e podem ser realizadas uma vez por semana.
Para esclarecer mais profundamente sobre essa técnica que está sendo cada vez mais procurada, oTodaEla conversou com Andrea Maciel Arantes — terapeuta da Zhih Terapias Chinesas e pós-graduanda em Teorias e Técnicas para Cuidados Integrativos pela Unifesp. Confira abaixo.

Como a reflexologia funciona e quais os princípios?

Andrea Maciel Arantes: A medicina tradicional chinesa entende que os pés e as mãos são microssistemas, ou seja, regiões que representam o corpo humano dentro de uma pequena parte deste mesmo corpo. Dessa forma, os pés, as mãos e até mesmo as orelhas, são utilizados dentro da terapêutica chinesa. E a reflexologia é um dos recursos utilizados para intensificar o tratamento em medicina tradicional chinesa (MTC), que deve ser associado a demais terapias para que se chegue a um resultado efetivo.

A Medicina Chinesa entende o corpo como resultado da interação de energia e matéria, estrutura e função, yin e yang. Enquanto o yang impulsiona o corpo e rege as funções dos órgãos o yin representa a estrutura e a nutrição. A MTC acredita que ao longo do corpo também existem canais que levam a energia de zonas superficiais do corpo, como a pele, para zonas profundas, e os órgãos internos. O estímulo intenso das zonas reflexas fortalece este fluxo de energia, o que facilita a circulação do sangue e dos líquidos corporais.


Quais os principais benefícios da reflexologia?

Andrea: O resultado desta estimulação é a eliminação de dores agudas, melhora da circulação de sangue, alívio do estresse, fadiga e demais tensões. Além disso, por conta dos pés serem a região mais distante do coração eles tem a circulação mais lenta, estão propensos ao frio e a formação de edemas. A reflexologia melhora este processo além de estimular as zonas reflexas que facilitam o trabalho de órgãos como o coração e os rins.

É possível sentir algum efeito imediato?

Andrea: O estímulo da reflexologia é forte, dessa forma ela pode proporcionar melhora nas dores agudas, melhora na disposição, na circulação do sangue, na redução de edemas e relaxamento em geral. A reflexologia pode ser aplicada a cada dois dias quando houver necessidade ou semanalmente para auxiliar na manutenção da saúde.

Além da podal, existe outro tipo de reflexologia?

Andrea: Sim, a reflexologia pode ser feita nas mãos também, que também são zonas reflexas, além de estimular o fluxo de energia que lá existe, mas o melhor efeito é nos pés. Os chineses dizem que a cabeça deve ser fria (para facilitar os processos cognitivos e racionais) e que os pés devem ser quentes, a reflexologia atua promovendo este equilíbrio.

É possível usar a reflexologia como aliada a um tratamento convencional de algumas doenças?

Andrea: É perfeitamente possível associa-la a tratamentos convencionais, porém quando ela é utilizada de forma isolada seus resultados são menores e indicados apenas para casos agudos. E, fazer uma única sessão pouco irá ajudar o cliente em casos crônicos. Nesses casos, ela deve ser associada a outras técnicas da MTC como a massagem tui na ou mesmo a acupuntura. Como todas estas técnicas tem os mesmos princípios, sendo associadas elas têm excelentes resultados.

É importante ressaltar e entender que existem grandes diferenças entre medicina convencional e medicina chinesa. Ao entender a reflexologia sob o olhar científico podemos não encontrar justificativas racionais, pois o pensamento chinês se baseia em aspectos energéticos e os resultados são graduais. Por isso, deve haver a necessidade de compreender este raciocínio e utilizar tratamentos regulares e comumente semanais.


Quais os benefícios da reflexologia para as gestantes?

Andrea: Segundo a visão da Medicina Tradicional Chinesa, a reflexologia, com estimulação forte e intensa deve ser evitada por gestantes. O que é possível fazer ao longo da gestação é massagem nos pés em caráter mais leve e relaxante.
O estímulo forte da reflexologia de origem chinesa atua diretamente na circulação de sangue, o que pode acelerar o trabalho de parto. Por esse motivo, nas gestantes, ela pode ser aplicada dentro dos hospitais justamente com esta finalidade, no momento oportuno para auxiliar a saída do bebê. Alguns pontos dos pés, por exemplo, são utilizados para melhorar a dor que a mãe sente neste momento.

Crianças e adolescentes também podem ser beneficiados com esta terapia?

Andrea: Sim, com certeza. A criança tem os órgãos em formação, portanto o estímulo vai promover as funções energéticas dos órgãos, estimulando sua formação. Nos adolescentes, a reflexologia pode auxiliar reduzindo o estresse. Através dos estímulos nervosos a reflexologia pode, inclusive, estimular a melhora na capacidade de pensar, muito importante em períodos de pré-vestibular por exemplo.

Existem contra-indicações?

Andrea: Sim, existem. É importante lembrar que a reflexologia deve ser feita por um profissional que conheça a atuação da Medicina Tradicional Chinesa, para tanto ele deve sim, passar por uma avaliação, para que sejam averiguados os riscos ou contra-indicações. Se ela tem efeitos terapêuticos é porque funciona, logo ela pode ser contra-indicada em alguns momentos como hemorragia, nos dias do período menstrual, na gestação, em pacientes com osteoporose e em doenças graves do coração por conta do forte estímulo da circulação de sangue.
Curiosidades:
  • Antes de iniciar a sessão de reflexologia é aplicado escalda pés para deixar os pés sensíveis ao toque.
  • Na reflexologia a pressão do toque é forte e intensa em adultos e moderada em crianças e idosos.

domingo, 5 de maio de 2013

REFLEXOLOGIA - UM MÉTODO PARA MELHORAR A SAÚDE

A reflexologia é uma das formas mais populares de terapia alternativa. Milhares de pessoas em todo o mundo descobriram como essa antiga arte de massagear os pés e as mãos é eficaz para proporcionar relaxamento, alivio do stress e cura para o corpo. Nicola Hall baseou-se em sua grande experiência para escrever este livro maravilhoso simples, prático e útil. Ele foi escrito tanto para o estudioso quanto para o leigo, e foi recebido e adotado com entusiasmo por centenas de interessados. Os tratamentos aqui oferecidos destinam-se à cura de diferentes males e foram incluídos diversos casos exemplificados de doenças para demonstrar como essa terapia é eficaz. Este excelente guia, destinado tanto a terapeutas como a iniciantes, é reconhecidamente um livro de consulta confiável e sério, sem igual no seu campo. Nicola Hall começou seu treinamento em reflexologia em 1977. Atualmente dirige a Baby School of Reflexology, em Worcester, e é presidente de Associação Inglesa de Reflexologia.

Autor(es): Nicola M. Hall 
Editora: Pensamento
Páginas: 152

sábado, 4 de maio de 2013