domingo, 30 de outubro de 2011

Cuidados com os pés para o verão



Se não está, veja bem, é hora de tomar os devidos cuidados para que tenha uma aparência saudável, se eles já estão lindos, é bom tomar cuidados preventivos porque o verão é uma época terrível para causar danos aos pés. Nossos pés necessitam de cuidados especiais para se manterem saudáveis e belos!


No verão o calor e a umidade constituem o ambiente ideal para a proliferação de fungos, responsáveis por incomodas infecções, normalmente se manifestadas através de coceira, inflamação, dor, escamação da pele, e, eventualmente, deformação das unhas. As micoses superficiais afeta, a saúde da maior parte dos pés dos diabéticos, que são bastante vulneráveis a ferimentos e infecções graves e comprometem a qualidade de vida. Imediatamente após eu aparecimento devem ser tratadas caso contrário, podem servir de sala de espera para infecções bacterianas, originando ulceras e fissuras interdigitais, comprometendo a saúde geral.
Para pés cansados e estressados temos a massagem terapêutica e reflexologia!

Na Reflexoterapia e Podologia tem mostrado excelentes resultados no tratamento de psoríase plantar, fasceite, artrite, edemas residuais, feridas, fungos, queimaduras e úlceras de todos os tipos. O tratamento com laser é um método rápido e eficaz, não tem contra-indicações, uma vez que não existe alergia à radiação e pode ser feito em conjunto com qualquer outro método de tratamento, como antiinflamatórios, analgésicos, e outros.

Não faça uso da automedicação ela costuma ter efeitos desastrosos, uma vez que os microorganismos causadores das infecções ficam ainda mais resistentes, procure seu medico, seu reflexoterapeuta ou seu podologo eles com certeza saberão ajudá-lo.

No que se refere aos sapatos, é importante que estejam limpos, sejam confortáveis e que não se calcem dois dias seguidos. Na verdade, é preciso que arejem e é recomendável, que tenha um para cada tipo de atividade, evitando tênis e sandálias de plástico, ou similares que abafem demais o pé e não o deixem respirar ou façam transpirar, optando, pela mesma razão, por meias de algodão que não retêm o suor.

sábado, 29 de outubro de 2011

A meta da Reflexologia

A reflexologia é uma arte suave, uma ciência fascinante e uma forma extremamente eficaz de massagem terapêutica. É uma técnica específica de pressão que atua em pontos reflexos precisos do pés com base na premissa de que as áreas reflexas dos pés correspondem a todas as partes do corpo.

A pressão é aplicada nas áreas reflexas com os dedos das mãos e usando técnicas específicas. Isso provoca mudanças fisiológicas no corpo na medida em que o próprio potencial de equilíbrio do organismo é estimulado. Dessa maneira, os pés podem desempenhar um papel importante para se conquistar e manter uma saúde melhor.

A meta da REFLEXOLOGIA é o retorno do equilíbrio. O passo mais importante para isso é reduzir a tensão e induzir o relaxamento.

Benefícios da Reflexologia Podal
Um dos benefícios mais importantes da Reflexologia Podal é sua eficiência na redução do stress e do cansaço, estimulando o corpo a relaxar pois todas as partes recebem uma estimulação adequada aliviando dores, tensões e contrações musculares, ativando a circulação sanguínea, permitindo que o sangue flua livremente pelos vasos evitando desta forma problemas de circulação.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O estresse e seus efeitos sobre a saúde




Muito já se escreveu e se falou sobre o estresse, moléstia de nossos tempos modernos, difícil continua sendo lidar com ele quando é excessivo. Lembremos que um pouco de estresse e de tensão tem seus benefícios, principalmente quando executamos um projeto ou um trabalho — serve de estímulo para melhorarmos o desempenho, aumentando nossa eficiência.
Quando o estresse não é bem controlado, então o efeito sobre o organismo a longo prazo é devastador.

Se o estresse persistir, todos os órgãos do corpo que fazem parte do mecanismo do estresse (o cérebro, o coração, os pulmões, os vasos sanguíneos e os músculos) ficam cronicamente desregulados podendo trabalhar além ou aquém do desejado. Com o tempo isso pode produzir danos físicos ou psicológicos.

É alarmante a longa lista de doenças relacionadas com o estresse: doenças cardíacas, derrame, distúrbios imunológicos e musculosqueléticos, câncer, diabetes, estafa, depressão e muitas outras. O preocupante é o modo nada saudável como muitos — especialmente os jovens — tentam lidar com o estresse. Uns recorrem a bebidas alcoólicas, outros a drogas, automedicação ou a agressividade torna-se sua válvula de escape.

Portanto é imperativo tomar medidas para lidar com o estresse, medidas que se incorporem na nossa rotina e nos ajudem a minimizar seus efeitos.

A reflexologia podal tem um efeito desintoxicante, tanto no plano físico como emocional. Ela é também relaxante. A través dos pontos reflexos no pé é possível relaxar músculos e órgãos, promovendo o equilíbrio de todo o organismo. Se a sua rotina é estressante e você não pode mudar isso, faça uma sessão de reflexologia podal semanalmente e desfrute de maior saúde física e emocional.

Além disso não posso deixar de mencionar os grandes benefícios da atividade física. Escolha uma atividade do seu agrado e incorpore ela também a sua rotina.
Saúde é qualidade de vida. Marque a sua sessão de reflexologia!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Técnicas naturais garantem o equilíbrio do organismo e da mente


O uso de elementos da natureza tem como objetivo buscar a cura de doenças e promover a saúde e a qualidade de vida.

Antigamente o homem buscava a cura para seus problemas de saúde a partir dos elementos encontrados na natureza. Com o avanço das ciências e da tecnologia outras formas de cura foram descobertas, como os medicamentos, e a interação com a natureza para manter o equilíbrio do organismo foi deixada de lado. “Os terapeutas naturais visam resgatar os benefícios que a natureza pode proporcionar ao corpo e utilizar técnicas não invasivas para manter a saúde”,explica Paulo Edson Reis Jacob Neto, presidente do Sindicato dos Terapeutas doEstado do Rio de Janeiro (SINTER-RJ).

Paulo ressalta que o objetivo principal das terapias naturais é extrair da natureza o bem-estar e a cura para as doenças. Alguns tratamentos são milenares e têm raízes gregas, chinesas e egípcias, povos que obtiam a cura de males físicos e mentais através da natureza. “É possível ter mais saúde através de mudanças na alimentação, terapias manuais, terapias de movimento, massagens , terapias de vibração, aquáticas, controle mental, respiração, meditação,naturopatia, técnicas com base na medicina chinesa e até de métodos de correção de postura”, aponta.

A nutrição ortomolecular, por exemplo, atua de forma a restabelecer o equilíbrio orgânico do organismo e a estimular um processo de desintoxicação através dos alimentos. “Uma série de fatores serão analisados, como biótipo do paciente, seus hábitos alimentares, estilo de vida, genética e resultados de exames específicos. A partir da compilação destes dados é prescrita uma dieta personalizada, que através dos nutrientes, irá resgatar a energia e a vitalidade do paciente, agindo na origem das doenças e desequilíbrios”, esclarece.

A acupuntura, o shiatsu e a reflexologia são algumas das técnicas com base na medicina chinesa. A acupuntura é um dos procedimentos mais conhecidos,no qual são utilizadas agulhas para harmonizar o organismo. “É um tratamento que equilibra o corpo e a mente e que pode ser utilizado para curar males do organismo e também com fins estéticos. A reflexologia é uma espécie de massagem, naqual o indivíduo senta em uma cadeira especial e o profissional faz pressões em determinadas áreas do corpo. E o shiatsu também é baseada na pressão de certos pontos do organismo”, acrescenta.

Já a naturopatia é uma terapia holística, que busca a cura através de métodos naturais como a hidroterapia e a geoterapia. “A filosofia da naturopatia é que o corpo pode curar a si próprio desde que tenha os meios adequados e necessários. É como um estilo de vida, que vê o homem como parte integrante da natureza. A naturopatia possui efeitos a longo prazo e ajuda a prevenir doenças, promover e recuperar a saúde e a qualidade de vida do indivíduo”, acrescenta.

Sindicatodos Terapeutas do Estado do Rio de Janeiro

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Aprendendo com as doenças



Nossos ancestrais descobriram alguns princípios de cura, observado a maneira como os animais o fazem. Quando estão doentes, procuram um local onde possam ficar a sós e descansar, perto de um lugar fresco. Arejado e com água, não come nada e bebe bastante até se recuperar. Já um animal com reumatismo procura um local ensolarado, deita-se e espera que a dor passe.Encaramos a doença como algo ruim, que devemos combater de qualquer jeito mesmo por intermédio de remédios fortes que nem sempre entendemos.

À menor indicação de desconforto, reagimos procurando as curas milagrosas do vulcão da farmácia ou uma receita medida. As drogas que ingerimos, no entanto, podem não curar, mascarando os sintomas.

O corpo possui seus próprios mecanismos para lidar com os desequilíbrios, e os remédios geralmente interferem nos processos naturais.


Segundo a abordagem holística, o corpo é um sistema dinâmico de energia que está sempre em mutação. O ser humano é mais do que um mero corpo físico. Cada indivíduo é um conjunto complexo de aspectos mentais, físicos e espirituais em equilíbrio, afetado por fatores ambientais e sociais. As causas da doença têm raízes bem mais profunda do que revelam os sintoma externos.


Mas comovivemos numa era de especialização científica, cada parte do corpo tende a ser vista e tratada como uma unidade separada do todo. A medicina ortodoxa prescreve drogas, fisioterapia e cirurgia como formas de tratamento para aliviar a dor e o desconforto.


O objetivo da reflexologia é atingir o mesmo resultado, pelo menos para a maioria dos problemas, acalmando o paciente e aliviando a tensão nervosa.


Nos últimos anos, a reflexologia vem perdendo o rótulo de terapia alternativa, e muitos hospitais estão contratando reflexologistas para fazer parte de seus departamentos de medicina.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Fatoeres para uma boa saúde



Em cada célula existem agentes de manutenção da vida.Um destes agentes responsáveis pela absorção da energia nutridora (ATP) é amitocôndria a parte responsável da célula pela absorção desta energia. Podemos comparar a mitocôndria como a “indústria da célula”. Se a célula precisar de mais energia para efetuar melhor suas tarefas, a mitocôndria se divide e praticamente dobra a quantidade de absorção de energia. Se por algum impedimento aabsorção de energia ou nutrientes fica debilidade esta célula começa a ficar doente. Para que este mecanismo funcione adequadamente, dependemos do pleno funcionamento de outros sistemas:

1. Primeiro fator a ser considerado é se está havendo uma boa alimentação e conseqüentemente uma boa digestão.
2. Segundo fator, se está havendo uma boa respiração não só em caráter defuncionamento pulmonar bem como os agentes inspirados e expirados diariamente. São estes dois fatores responsáveis pela matéria prima do ATP.
3. Terceiro fator é se está havendo uma boa distribuição desta energia e da troca de gases. Isto é feito através de um bom funcionamento do sistema circulatório.
4. Quarto fator é uma boa comunicação do estado geral da célula com o centro de controle do corpo. Isto é feito através de transmissão neuronal ou nervosa que iniciou junto a célula através das terminações nervosas.
5. Quinto fator a ser considerado é, se está havendo um bom sistema de manutenção da célula, que envolve a retirada dos resíduos depositados nos intestinos celulares, papel este desempenhado pelo sistema linfático.


Considerando que um conjunto de células formam um tecido: células doentes formarão um tecido doente. Tecidos doentes formarão um órgão doente. Um conjunto de órgãos doentes formarão um aparelho ou sistema doente e assim teremos um individuo doente.

RESUMINDO

O que nos informou a situação original da doença ou patologia foi a princípio acélula. Nos interstícios celulares (espaços entre uma célula e outra), são encontrados vários reagentes responsáveis pela manutenção da vida; nutrientes para serem absorvidos ou impurezas que deverão ser eliminadas. Ao redor decada célula encontramos uma área denominada mazênquima. Nesta área ocorre então as trocas de substâncias pra a célula bem como oxigênio e nutrição atravésde veias e artérias. O responsável pela limpeza da área é o sistema linfático que com seus capilares iniciam seu trabalho nesta região, absorvendo impurezas e proteínas que por terem uma dimensão maior só poderia entrar no sistema linfático. Porém o que nos informa sobre todo este funcionamento, se precisa ser reparado algo, ou se há nutrição suficiente é a terminação nervosa. Esta terminação se comunica através de feixes nervosos levando a informação até o cérebro, onde começa uma série de reações, que posteriormente serão enviadas tanto às áreas afetada, bem como a outras partes do corpo os quais manifestarão os sintomas conhecidos por nós. Esta comunicação via neurônios (células dosistema nervoso responsáveis pela função de resposta ao estímulo recebido),permite, por exemplo, que ao encostarmos o braço em algo muito quente,imediatamente o tiramos do local, bem como, outros impulsos sensitivos comodores, mal estar, etc., que tem por finalidade informar-nos como está o nosso corpo.

domingo, 23 de outubro de 2011

Técnicas basicas



O uso correto do polegar e do indicador numa sessão de reflexologia é vital para se obter os melhores resultados. Existem milhares de diminutos pontos de reflexo distribuídos nos pés e nas mãos. Para não perder nenhum deles, os movimentos dos dedos devem ser precisos e disciplinados. Imagine uma daquelas antigas almofadas de alfinetes completamente cheia, com minúsculos espaços ente um alfinete e outro. Pois então, seus dedos devem tocar a cabeça de todos eles. A direção do movimento do polegar ou do indicador é sempre para frente e nunca para trás.


Outro detalhe importante é que não se deve usar a ponta dos dedos no tratamento reflexológico. Use aparte achatada e macia do indicador ou do polegar, senão a unha pode arranhar a pele do paciente.


Quanta pressão devo aplicar? Isso depende muito de sua intuição e dasensibilidade de cada paciente.


TÉCNICA PARA OS DEDOS


O movimento do dedo e do polegar é semelhante ao da taturana, deslocando-se aproximadamente 1,5 mm de cada vez e sempre para frente,nunca para trás.
Use a parte achatada do dedo e não a ponta, para não deixar a unha tocar a pele, a pressão deve ser firme, mas não exagerada a ponto de causar desconforto ou dor. Além do movimento sempre para frente do polegar ou indicador, existem duas outras técnicas: O gancho e a rotação.


Elas só devem ser usadas, no entanto,quando houver necessidade de estimulo extra .São três as áreas onde estas técnicas devem ser aplicadas:


1° usar a rotação no ponto de reflexo do rim, que pode estar inflamado devido à excessiva ingestão de cafeína, corantes ou aditivos.

2° Pode ser aplicada também nos pontos de reflexo dos olhos/ouvidos.

3° A técnica de gancho pode ser usada no ponto de reflexo da válvula ileocecal para aliviar todos os tipos de problemas intestinais.

sábado, 22 de outubro de 2011

Para que usamos a Reflexologia

Reflexologia é a técnica que busca nos pés e mãos, áreas doloridas que refletem o corpo humano por inteiro. Através de estímulos nestas áreas, obtêm-se resultados que vão desde o alívio de pequenos desconfortos e dores até eliminação de certos distúrbios em varias partes do corpo. Quer você sofra de algum problema de saúde crônico ou agudo, quer esteja apenas procurando uma forma de diminuir a tensão e promover o bem-estar, a reflexologia pode se a solução.


A reflexologia é uma forma de terapia absolutamente segura, além de ser uma experiência muito relaxante e agradável. O objetivo do tratamento prescrito é normalizar as funções do corpo, diminuir a tensão , aliviar o estresse e melhorar o funcionamento dos nervos e o fluxo de sangue por todo o corpo. O objetivo da reflexologia é corrigir os três fatores negativos presentes no processo da doença: congestão, inflamação e tensão. A primeira é responsável pelo aparecimento de tumores ou abscessos; a segunda se apresenta comocolite, bronquite ou sinusite, ente outras condições inflamatórias; e a terceira é responsável pela diminuição da eficiência do sistema imunológico.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Existem algumas teorias que procuram explicar a reflexologia


Existem algumas teorias que procuram explicar a reflexologia:

1.Produção de cristais– Devido a grande quantidade de sangue que passa pelos pés, podem ocorrer obstruções entre os 26 ossos dos pés, que coincidiriam com as Zonas reflexas do Corpo. O próprio peso, o sedentarismo e o não andar descalço poderiam contribuir para isso por permitir o aparecimento de cristais, os quais impediriam o livre fluxo da circulação provocando as doenças. Com a eliminação destes cristais o individuo ficará saudável.


2.Medicina Tradicional Chinesa: Afirma, quando ocorrer uma estagnação no KI (energia vital) o organismo manifestará este distúrbio como doença ou dor. Através de movimentos de sedação ou tonificação em pontos e zonas dos pés, poderá ser liberada e equilibrada a circulação desta energia.



3.Teoria das Terminações Nervosas: Os pés são riquíssimos em terminações nervosas alocadas de tal forma que correspondem em sua topografia local a uma representação fiel de cada parte que compõem o corpo por inteiro. Da área motora do SISTEMA NERVOSO CENTRAL,impulsos são codificados e enviados em forma de descarga elétrica para que o organismo desempenhe suas funções normais.Quando da debilidade ou dificuldade funcional de um tecido ou órgão, as respostas ao estímulo dado provocam pequenos curtos circuitos que são captados e registrados em várias terminações nervosas concentradas em áreas ou zonas reflexas, deixando-as mais ou menos sensíveis(dependendo da gravidade e tempo decorrente da debilidade ou dificuldade funcional existente). Ao localizar essa área essa área e tocar nestas terminações teremos vários tipos de sensações doloridas. Estas sensações variam desde uma alfinetada até uma sensação de osso esmagado. As técnicas da Reflexoterapia (manuseio e uso de pressão), possibilitam não só a avaliação da intensidade e natureza do problema manifesto bem como através de ação apropriada, provocar um estímulo na região da debilidade ou dificuldade funcional existente.

Assim cada célula na região debilitada, mesmo distante, poderá reagir a estes estímulos e passará a trabalhar melhor para a própria manutenção.Esta forma de terapia não é eficaz somente em adultos. É possível acalmar um bebê irritado aplicando pressão suave em seus pés – uma técnica preciosa a ser usada no meio da noite, quando se necessita desesperadamente de algumas horas de sono ininterrupto. Assim como os bebês de colo, as crianças pequenas parecem tem uma afinidade natural pela reflexologia e não hesitam em deixar que lhes toquem nos pes para um tratamento relaxante.Distúrbios digestivos também são facilmente aliviados, geralmente com mais eficiência que o uso de pílulas eoutros remédios.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O que é Reflexologia - Dica de livro

'O Que É Reflexologia' pode ser considerado um guia completo sobre as informações práticas que o iniciante deve dominar para obter os benefícios da terapia - seja para seu proveito ou daqueles que o cercam. Reunindo um conjunto de instruções claras e abrangentes, acompanhadas de ilustrações explicativas, o livro descreve causas, efeitos e técnicas precisas para a aplicação dos toques e massagens nos mais diferente casos. O autor oferece ainda uma fascinante introdução histórica à reflexologia e à cultura oriental de equilíbrio e purificação do organismo.

QUE E REFLEXOLOGIA, O
Formato: Livro
Autor: VENNELLS, DAVID F.
Editora: NOVA ERA
Assunto: MEDICINA E SAÚDE - MASSAGEM

Reflexologia e seus benefícios




A reflexologia trata-se da arte de curar através do toque nos pés, seguindo o princípio de que todos os órgãos do corpo, inclusive o cérebro, estão conectados através de canais de energia ativados em pontos em nossos pés. Portanto, quando nossos pés estão cansados, assim está nossa mente e corpo.

Reflexologia Podal ou Massagem Oriental nos pés é considerada um método de estimulação das áreas de reflexos que fazem parte do conjunto de recursos terapêuticos milenares concebidos pelo homem para tratamento. Segue o princípio de que todos os órgãos do corpo estão conectados através de canais de energia, ativadas em pontos específicos dos pés. A reflexologia podal alivia o estresse e traz inúmeros benefícios ao equilíbrio do organismo.

Benefícios

•Melhora a circulação sanguínea
•Estimula e revitaliza o fluxo de energia do corpo
•Propicia prazer, relaxamento e bem-estar
•Promove a manutenção e o equilíbrio das funções do organismo.

Reações do organismo

•Aumento da diurese e sudorese
•Sensação de cansaço
•Intensa movimentação do intestino
•Leve alteração do sono
•A terapia tem-se mostrado bastante eficaz no tratamento de doenças como as do sistema digestivo (úlceras, gastrite, prisão de ventre, hemorróidas, etc). No tratamento do sistema respiratório (asma, bronquite, rinite, sinusite, resfriados, pneumonia), além de gerar excelentes resultados nos tratamentos de dor ciática, dores lombares, hérnia de disco, torcicolo, artrite, artrose, osteoporose, etc.

Para a obtenção de um bom resultado recomenda-se uma sessão por semana.

Observação: considera-se que as pessoas são diferentes, portanto as reações também são.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Reflexologia podal e o tratamento de glaucoma


Glaucoma — distúrbio que provoca perda da visão


FOCALIZE por um momento a última palavra dessa sentença. Sem mover os olhos, veja se consegue enxergar alguma coisa acima, abaixo ou dos lados deste artigo. É provável que você consiga, graças ao que é conhecido como visão periférica. Essa habilidade ajuda-o a não tropeçar nos objetos no chão e a evitar que bata contra as paredes quando caminha. No caso dos motoristas, a visão periférica pode alertá-los quando um pedestre desce do meio-fio.


Mas mesmo enquanto lê esta página, você pode estar perdendo sua visão periférica, lentamente — sem perceber. Estima-se que, em todo o mundo, 66 milhões de pessoas são afligidas por um grupo de doenças oftalmológicas conhecidas coletivamente como glaucoma. Desse número, mais de cinco milhões ficaram cegos, fazendo do glaucoma a terceira maior causa de cegueira permanente. “Até mesmo em países desenvolvidos, que têm programas de esclarecimento sobre o glaucoma, 50% dos doentes permanecem sem ser diagnosticados”, declara a revista médica The Lancet.

Quem corre risco de desenvolver o glaucoma?
O que é glaucoma?
No interior do olho, uma glândula chamada corpo ciliar bombeia um líquido, o humor aquoso, dos vasos sanguíneos para dentro do olho. “O humor aquoso circula [na câmara anterior do olho] bem fundo no olho, alimentando as estruturas visuais vivas e fluindo para a corrente sanguínea através de um tecido poroso parecido com uma peneira, chamado malha trabecular.”
Se essa malha ficar bloqueada ou comprimida por alguma razão, a pressão intra-ocular aumentará chegando a causar lesões nas delicadas fibras nervosas na parte posterior do olho.


Esse problema é chamado glaucoma de ângulo aberto e representa cerca de 90% de todos os casos da doença. Naturalmente existem outros tipos de glaucoma.
A pressão intraocular pode variar de hora em hora e é afetada por diversos fatores que incluem a frequência cardíaca, a quantidade de líquido que você ingere e a posição do corpo. Essas variações naturais não causam danos ao olho. A pressão intraocular elevada, por si só, não é sinal de glaucoma visto que a pressão “normal” varia de pessoa para pessoa. Mas pode ser um dos indicadores do distúrbio.

O Dr. Ivan Goldberg, um importante oftalmologista australiano, falou: “O glaucoma é chamado de ladrão furtivo da visão porque não apresenta nenhum sintoma. O tipo mais comum de glaucoma é lento e progressivo e, sem dar nenhum aviso, causa danos às fibras nervosas que ligam os olhos ao cérebro. Se os olhos lacrimejam ou não, se estão secos ou não, se você enxerga bem quando lê e escreve ou não, isso não tem nada a ver com o glaucoma. Você pode não sentir nada nos olhos e ainda assim estar com glaucoma sério.”

Seu risco de sofrer de glaucoma aumenta se:
● Tiver ascendência africana
● Alguém em sua família tiver glaucoma
● For diabético
● Tiver miopia
● Há muito tempo for usuário regular de cortisona/esteróides—usados em alguns cremes medicinais e em bombinhas para asma
● Já teve uma lesão ocular
● Tiver mais de 45 anos

Se você nunca fez um exame de glaucoma — e especialmente se você faz parte do grupo de risco — seria bom solicitar um exame ao seu médico.

Reflexologia podal e o tratamento de glaucoma
Um paciente que sofria de glaucoma, o qual ele acompanhava regularmente com um oftalmologista. O interessante foi que se observou uma diminuição da pressão intraocular depois de algumas sessões de reflexologia podal.

No pé tem pontos reflexos específicos que correspondem ao sistema nervoso e ao olho direito e esquerdos, que quando estimulados corretamente, informam ao cérebro onde ele precisa enviar agentes para corrigir os desequilíbrios. Assim a reflexologia podal contribui para a homeostase (equilíbrio) do organismo, contribuindo com a sua saúde, também no caso da pressão intraocular e glaucoma.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Reflexologia auxilia organismo através de estimulos nos pés



As plantas dos pés formam um imenso mapa do corpo humano em que cada área, ou pontos reflexos nos pés e mãos corresponde a cada órgão, glândula e estrutura no corpo. Esse é o princípio da reflexologia, uma terapia que trabalha com estimulos sensoriais nas mais de 70 mil terminações nervosas que existem nos pés. Ao se trabalhar nesses reflexos, de acordo com os terapeutas, a tensão em todo o corpo é reduzida. A energia está sempre fluindo através de canais ou zonas no corpo que terminam formando os pontos reflexos nos pés e mãos.

Quando esse fluxo flui permanecemos saudáveis. E quando estamos tensos, ansiosos, com dor de cabeça ou má digestão – as principais queixas de quem procura a reflexologia – ocorre doença. Com o tratamento dos reflexos, segundo os terapeutas, os bloqueios são desfeitos, e a harmonia é restaurada a todo o organismo. Com uma massagem em certos lugares, os órgãos são estimulados e elimimam toxinas. Um dos benefícios da reflexologia é o relaxamento. Ao reduzir a tensão e melhorar a irrigação sanguínea, faz aflorar um funcionamento nervoso desimpedido, restabelece a harmonia entre as funções do corpo e combate o estresse.

Apesar de ajudar no bem-estar, a reflexologia não é prática médica ou psicoterapêutica; não faz diagnóstico clínico; não prescreve medicamento alopático e nem tira os medicamentos prescritos; não interrompe nenhum tipo de tratamento em andamento. Pessoas diabéticas, hipertensas, cardiopatas e com doenças neurológicas só receberão os estímulos com acompanhamento médico.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Reflexologia podal e o tratamento da fibromialgia


Sente dores por todo o corpo? Está extremamente cansado? Quando acorda de manhã, sente-se exausto e com os músculos rígidos? Às vezes, tem problemas de memória? Esses podem ser sinais da síndrome de fibromialgia, que basicamente significa “dor nos tendões, ligamentos e músculos”.

Segundo a Associação Americana de Reumatologia, “o diagnóstico de fibromialgia se baseia no histórico pessoal de dores crônicas generalizadas e na localização, pelo médico, de pontos dolorosos em regiões específicas”, visto que não há exames clínicos para diagnosticar a fibromialgia. Há ainda outros sintomas. De fato, entre as vítimas da fibromialgia são comuns a depressão e a ansiedade exagerada.

Tem sido um desafio então, diagnosticar e tratar esta nova doença e, portanto só o médico está preparado para dar o diagnóstico.

Desde a identificação da fibromialgia se desenvolveram vários tratamentos, que consistem em geral em atacar os sintomas. Um dos principais é a dor, que, como outros sintomas, difere de uma pessoa para outra e, até na mesma pessoa, varia de dia a dia.

Na área da medicina alternativa a reflexologia podal tem mostrado bons resultados em combater a dor em geral e também a dor associada à fibromialgia.


A reflexologia podal se baseia na premissa de que existe no pé um mapa fiel do nosso organismo, com pontos reflexos que correspondem a órgãos e estados emocionais. Através do diagnóstico reflexo-podal podem-se identificar as regiões e órgãos do corpo mais afetados na queixa do paciente. E através de estímulos nos pontos reflexos correspondentes a esses órgãos e regiões em desequilíbrio, se tratam os sintomas diminuindo, ou até fazendo desaparecer os mesmos.

No caso da fibromialgia, já se observam casos em que a dor diminuiu. Isto é possível, porque através do estímulo no ponto reflexo correto, o cérebro é informado onde no organismo está o desequilíbrio e ele pode então usar os próprios recursos do organismo para aliviar ou resolver o mesmo, desaparecendo assim o sintoma.

Sente dores por todo o corpo? Está extremamente cansado? Quando acorda de manhã, sente-se exausto e com os músculos rígidos?

domingo, 16 de outubro de 2011

Massagem com Reflexologia Podal




Massagem com Reflexologia Podal
Massagem específica aplicada a determinadas áreas dos pés que permite a recuperação gradativa do bem estar. Com este método podem-se aliviar os mais variados sintomas,principalmente aqueles ligados ao stress do dia a dia ( problemas digestivos, alérgicos,sexuais, menopausa, ansiedade).

sábado, 15 de outubro de 2011

Reflexologia Podal - Sua Saúde Através dos Pés

Autor: Osní Tadeu Lourenço
Editora: Ground
Número de páginas: 109
Acabamento: Brochura
Formato: Médio

Sinopse:
A Reflexoterapia (aplicação da Reflexologia) é uma técnica capaz de avaliar e tratar distúrbios físicos e emocionais por meio de estímulos físicos e emocionais por meio de estímulos em plexos nervosos relacionados ao órgão ou à característica emocional em tratamento. Nos pés há uma representação fiel de todo o organismo, havendo no mínimo um plexo capaz de estimular cada órgão ou víscera.

A Reflexoterapia traz diversos benefícios, tanto aplicada isoladamente como na potencialização de outros métodos. Tem sido usada com muito sucesso por fisioterapeutas, médicos, psicanalistas e se mostrado muito eficiente no desenvolvimento do autoconhecimento.

Reflexologia e Fascite Plantar


Quem tem fascite plantar (ou fasciíte plantar) reclama de uma dor incômoda na planta do pé, como se fosse uma agulhada ou uma dor latejante. Os pacientes, geralmente mulheres, referem dor principalmente ao levantar, esta pode acometer um ou os dois pés e não precisa ser em um lugar específico.

Temos no pé uma membrana que recobre a sola do mesmo. Na fascite plantar esta membrana está inflamada. Junto com esta dolência aparece muitas vezes o esporão do calcâneo.

Consultando um médico, ele vai recomendar anti-inflamatórios, analgésicos e fisioterapia. Em casos crônicos opta-se pela cirurgia. Mas observa-se que muitos pacientes consultam vários profissionais da saúde sem obter resultados satisfatórios.

Há várias explicações para a origem desta doença, a mais aceita é a de origem mecânica.

Quem trabalha com reflexologia podal tem motivos para aceitar numa explicação de desequilíbrio emocional, já que pacientes com fascite plantar respondem muito bem a esta terapia natural, apresentando melhora logo depois da primeira sessão.


A reflexologia podal é uma terapia não invasiva, não medicamentosa, onde se estimulam pontos reflexos no pé. Estes correspondem a órgãos e estados emocionais. Ao serem estimulados de forma apropriada promovem o equilíbrio físico e emocional e facilitam a desintoxicação do organismo. Tem pontos reflexos para o pé e para a produção de anti-inflamatórios naturais pela glândula suprarenal, por exemplo. Nesta terapia se estimula o organismo a usar seus próprios recursos para amenizar as dolências e promover o bem-estar físico e emocional.


Você tem diagnóstico de fascite plantar? Experimente esta terapia e usufrua seus benefícios

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Reflexologia Podal e Depressão




Embora a depressão as vezes seja desencadeada por um motivo justo, ela geralmente entra na vida da pessoa sem avisar. Uma pessoa se expressou assim: "De repente, uma densa nuvem de tristeza cobre sua vida sem razão aparente. Não morreu ninguém conhecido e não aconteceu nenhuma tragédia. Mesmo assim, você se sente arrasado e sem vontade de fazer nada. E não há o que faça essa nuvem desaparecer. Você fica sobrecarregado com sentimentos de desespero e não sabe por quê."



É recomendável procurar um diagnóstico e tratamento médico, mas as vezes mesmo assim á difícil reverter o quadro.


Hoje ouvimos falar cada vez mais de reflexologia através dos meios de comunicação. Muitas vezes inclusive confunde-se a reflexologia podal como sendo uma massagem relaxante nos pés. Mesmo tal técnica trás benefícios. Mas o maior benefício desta ciência vai além; por pressionar os pontos certos da forma correta, atinge-se de maneira muito mais precisa e objetiva, bons resultados.


Existem inúmeros casos de pessoas com depressão que foram ajudadas a recobrar seu equilíbrio emocional através da reflexologia podal.

Na reflexologia é necessário primeiro fazer uma avaliação física, emocional e traumática através dos pés, para depois determinar os pontos reflexos que serão trabalhados e daí usar o estímulo de forma eficiente. Mesmo que o cliente não consiga explicar o que sente, o pé, atavés dos pontos reflexos e outras características, revela o estado físico e emocional da pessoa.

Este método é assim um instrumento eficiente para avaliar e depois ajudar a restabelecer o delicado equilíbrio do organismo, chamado de homeostase.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Reflexologia e Dor de cabeça



Tratamento da cefaleia na reflexoterapia

Você já teve dor de cabeça? Estima-se que 78% das pessoas do mundo sofrem ou já sofreu deste mal. A dor de cabeça ou cefaleia tem diferentes causas. Existem, obviamente, causas orgânicas para a cefaleia, como resfriados, infecções dentárias ou auditivas, sinusite, problemas de visão ou tumores cerebrais, mas como diz o cardiologista brasileiro, Marco Aurélio Dias da Silva, e ele não é o único a dizer isso, as razões de ordem emocional, psicológica ou afetiva, predominam. A própria expressão “dor de cabeça” para o surgimento de um problema já sugere esta relação.

Estas dores de cabeça de fundo emocional podem ser divididas em cefaleias tensionais e vasculares, esta última conhecida também como enxaqueca.

A cefaleia tensional é causada pela tensão que os problemas do dia a dia provocam. A contração excessiva ou contínua dos músculos do couro cabeludo e dos poderosos músculos do pescoço que sustentam a cabeça leva a cefaleia. Todos nós convivemos com algum grau de tensão física ou emocional no nosso dia a dia, mas existem pessoas mais propensas a padecer cefaleias tensionais.

Enxaqueca é um tanto diferente. Na maioria dos casos a dor só atinge a metade da cabeça. Contrastando com a dor de cabeça de “tensão” a dor logo se torna latejante ou pulsante devido a sua origem ser principalmente as artérias distendidas demais fora do crânio. Há miúde, a sensação de náusea, ou outra perturbação digestiva, e a dor talvez seja tão intensa a ponto de interferir no trabalho e obrigar a pessoa a deitar-se. Esse estado anormal das artérias é desencadeado por substâncias químicas, como a serotonina. É interessante que a mesma serotonina tem um papel importante nos quadros depressivos, por isso admite-se que a enxaqueca possa ser uma forma mascarada de depressão.

Sendo a reflexologia podal uma terapia que busca o equilíbrio hormonal, o afastamento da ansiedade excessiva, o bem estar emocional e físico, tem se verificado bons resultados no tratamento tanto da cefaleia como da depressão através da reflexoterapia.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Reflexologia - Como restabelecer o equilíbro energético

Reflexologia - Como restabelecer o equilíbro energético

Descrição

Produtos relacionados (0) Autor: Kevin e Barbara Kunz
Editora: Pensamento
Número de páginas: 234
Acabamento: Brochura
Formato:Médio

Sinopse:
Partindo do princípio de que a estrutura do corpo humano e de todos os seus órgãos se reflete nos pés e nas mãos e é por eles representada, a reflexologia pode ser definida como a prática de experiências sensoriais, principalmente de pressão, aplicadas em pontos das mãos e dos pés, visando a cura de vários distúrbios comuns da saúde.

A técnica da reflexologia - um dos métodos mais eficientes de auto-ajuda - supõe, portanto, o conhecimento desses pontos e a escolha acertada do tipo de pressão que deve ser exercida sobre eles para eliminar ou aliviar os focos de tensão e restabelecer o equilíbro energético do corpo como um todo.

Com mais de 500 ilustrações que mostram em detalhe as técnicas básicas aconselhadas para cada caso, o livro se completa com dois índices: um, que enumera os diferentes tipos de distúrbios que podem afetar a saúde; o outro, que indica as áreas do corpo em que esses distúrbios costumam se localizar.

Os autores Kevin e Barbara Kunz são diretores do Reflexology Research Project, de Albuquerque, Novo México

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

“A linguagem dos pés”



Um dos gurus mundiais da reflexologia, o holandês Imre Somogyi, autor do livro “A linguagem dos pés” diz que é possível reconhecer traços atuais de uma pessoa, além de avaliar suas condições físicas e emocionais, apenas com uma olhada nos pés.


Segundo o autor, dedão e unha levantados para cima indica que a pessoa é sonhadora, vive no mundo da lua e se desliga rapidamente; joanete é indicativo de tendência a colocar os interesses dos outros em primeiro lugar e só depois pensar em si próprio; dedos bem separados é uma caractéristica de pessoas independentes, sem apego a questões familiares; no pé harmonioso se as pontas de todos os dedos formarem um traço giagonal reto, a pessoa expressa bem seus sentimentos.

Já os dedos muito juntos indicam pessoas que tendem a ser apegadas a tudo e todos, principalmente à família; os dedos de ponta quadrada refelte uma pessoa direta, determinada, que não tem meio-termo; os pés com calosidades são indicadores de mágoas ainda não superadas; dedos virados par baixo em forma de garra são marcas de pessoas perfeccionistas e que gostam de fazer tudo do seu jeito; os dedos murchos, sem viço significam apatia em relação a algum aspecto da vida (dependedo do dedo) e o dedão mais curto do que os outros dedos é sinal de que a pessoa é rápida no falar e no agir. Normalmente acha que os outros são lentos.

domingo, 9 de outubro de 2011

Massagem para os pés




Quem não gosta de ter os pés massageados, não é? A massagem nos pés, mesmo quando não é feita por um profissional massoterapeuta é válida e traz alívio e satisfação!

Massagem para os pés
A massagem relaxante para os pés traz conforto e alívio para pés cansados, aprenda a fazer uma automassagem no passo a passo e relaxe seus pés!

É uma forma relaxante de aliviar as tensões, principalmente em casos de gravidez ou quando se passa muito tempo de pé e também é usada terapeuticamente nos casos em que a pessoa sofreu uma cirurgia nos pés, por exemplo, já que a massagem leva maior quantidade de sangue aos pés, isso contribui para regenerar tecidos e músculos.

Mesmo se os pés não apresentam nenhuma razão específica, como dor ou inchaço, eles devem ser massageados, pois isso é de extrema importância para mantê-los saudáveis. Massagear os pés ajuda a exercitar os músculos e tendões e a estimular o fluxo sanguíneo. Assim, quanto mais forte a musculatura, menores chances de sofrerem qualquer lesão ou ficarem mais cansados sob qualquer esforço.

Quando se conta com outra pessoa para massagear nossos pés é infinitamente prazeroso, mas nem sempre isso é possível, então, siga as dicas e aprenda como fazer a auto-massagem! Garanta seu bem-estar!

Passo a passo de massagem para os pés

1º Antes da sessão de massagem, relaxe os músculos dos pés. Você consegue isso aquecendo-os em água morna ou com uma compressa quente. Podem ficar de molho em água morna por quinze minutos ou debaixo de água corrente, mas, atenção: a água não deve estar muito quente!

2º Com o pé apoiado no joelho da outra perna, passe creme hidratante na sola inteira ou nas mãos e massageie as solas em profundos movimentos circulares com os polegares. Começando na região próxima aos dedos e seguindo em direção ao calcanhar, principalmente nas pequenas regiões. Acabando a massagem na sola, vire o pé e massageie o peito do pé, ainda usando os polegares e trabalhando pequenas áreas;

3º Feito isso, vá para os dedos e puxe cada um, lentamente e com suavidade. Massageie os dedos torcendo suas laterais e trabalhando da base de cada dedo para fora, mexa-o também para trás e para frente. Depois de fazer em todos os dedos, repita todos esses passos no outro pé.

Esse passo a passo proporciona bastante relaxamento aos pés, mas, para que a circulação aumente ainda mais, siga algumas dicas que deixarão seus pés formigando!

■Apertar toda a lateral externa do pé;
■Bater levemente nas solas com as costas da mão ou com a mão fechada; faça isso ao longo da sola;
■Usando as duas mãos, vire o pé em direções contrárias, torcendo-o como se fosse uma esponja;
■Se o pé estiver tenso e doer em algum lugar, em vez de massageá-lo, apenas pressione com os polegares o local, bem firme e mantenha alguns segundos, depois solte.
■Se quiser uma sensação refrescante durante a massagem, você pode usar um creme que contenha mentol.
Ainda: se não puder fazer a automassagem por problemas de saúde, como artrite, por exemplo, pode-se também utilizar um aparelho de redemoinho de água que também massageia seus pés. Esse equipamento pode ser adquirido em farmácias, apenas deve ser observados históricos de coágulos sanguíneos.

Outra coisa importante a observar sempre é comprar os calçados do tamanho certo e confortáveis.

Seus pés agradecem!

sábado, 8 de outubro de 2011

Recado




Depois uma merecida ferias em Paris estou de volta ,marque uma sessão e sinta o prazer e bem estar que a reflexologia pode lhe proporcionar.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Pressione a tensão



Yoga e acupressão: uma forma de balancear as energias do corpo

O Acu-Yoga é um sistema simples e natural de auto-cura que utiliza práticas de Yoga e Acupressão. Dá para fazer em casa, no trabalho, todos os dias. A técnica combina as posturas do Yoga, respiração e massagem com a ponta dos dedos em pontos vitais do corpo, dissolvendo os danos causados pelo estresse e eliminando as toxinas. Com o Acu-Yoga é possível acabar com as dores de cabeça, aliviar a fadiga na coluna lombar, induzir o estado de relaxamento e recarregar a energia vital do corpo. E não se restringe ao tratamento físico, também ajuda na transformação emocional e espiritual. Faça um pouquinho por dia e deixe duas bolas de tênis embaixo da mesa de trabalho. Massageie diariamente as solas dos pés durante 2 minutos. É uma medida fácil que ajuda a abrir todos os meridianos do corpo.



Fonte: www.acu-yoga.com

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Massagem nos pés a 4 mãos




Massagem 4 mãos

Deliciosa massagem que trabalha duplamente os pés, alongando, massageando, eliminando stress, dores, cansaço fisíco e mental.

A massagem é realizada sincronizada e harmoniosamente por dois profissionais, ou seja, enquanto um massageia o pé direito, o outro trabalha o pé esquerdo, e depois ambos no mesmo pé. Essa ação dupla é o grande diferencial do tratamento. O cérebro do cliente não consegue focar a atenção nos diversos movimentos em simultâneo, o que promove a dispersão e, consequentemente, um relaxamento mais profundo.

Se uma massagem a duas mãos já é fantástica, imagina a sensação que despertará uma massagem a quatro mãos!

Atreve-te e aproveita as coisas boa da vida!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Sachê para escalda pés ou banhoterapia

Sachê para escalda pés ou banhoterapia.

Relaxa as tensões, diminui inchaços nos pés e pernas e seu aroma acalma a mente.
Feito com sais de banho, alfazema e óleo essencial de lavandin.
Não recomendável para gestantes por conter cânfora.

Modo de Usar:

Coloque um sachê de pano em uma bacia para o escalda pés ou três sachês em uma banheira cheia de água morna para o banho. Não é necessário abrir o sachê, ele libera seu conteúdo como um saquinho de chá.
Após o uso, descarte o sachê em uma lixeira. Ele é 100% biodegradável.

Onde comprar:

(61) 91528110 - Rachel
potirachel@gmail.com

Olhe para os seus pés



Não se culpe se você nunca deu a atenção devida aos seus pés. Eles ficam escondidos um bom tempo. Porém, nunca é tarde para começar a valorizá-los.

Assim como cuidamos do rosto, devemos pensar na estética dos pés. Neles cumulamos as tensões cotidianas.

A reflexoterapia (ou reflexologia) pode ajudar. Baseia-se na planta dos pés, para mantê-los bonitos e saudáveis e curar os problemas do corpo.

— A partir da pressão de pontos que refletem no órgãos correspondente, o corpo relaxa, a circulação melhora e as glândulas se equilibram — afirma Luiz Pedreira, podoterapeuta do Spa do Pé.

Ele dá dicas de relaxamento, que começam pelos pés, dando um alívio ao corpo todo:

— Um simples escalda-pés é capaz de milagres. O calor da água puxa a circulação para os pés, o que ajuda a esfriar a cabeça. Outra dica é massagear toda a planta do pé, com pressão leve, usando os dois polegares. Dê pancadinhas sob o calcanhar, gire o pé para um lado e para o outro, separe e puxe cada dedo. Se, durante a massagem, sentir pontos mais doloridos, preste atenção. Pode ser um sinal de que algo não vai bem com alguma parte do seu corpo.

domingo, 2 de outubro de 2011

sábado, 1 de outubro de 2011

Pés segundo o Ayurveda

Para a medicina ayurvédica, os pés são um reflexo de como o nosso corpo – e cada biótipo (dosha) – também tem suas próprias características:

• Pés vata normalmente são mais compridos, com ossatura e dedos finos e desiguais e tortos. Os pés têm a tendência a ser frios, e a pele é mais seca. Quando estão em desarmonia, é muito comum que os vata tenham artrite ou artrose.

• Pés pitta são de tamanho e ossatura normais e os dedos são proporcionais ao tamanho dos pés; Pitta sente calor nos pés e, quando estão em desarmonia, podem ter ácido úrico.

• Pés kapha são grandes ou pequenos, dependendo do tamanho da pessoa, e são proporcionais ao tamanho dos dedos. Normalmente, os dedos são mais gordinhos e, quando estão em desarmonia, têm rachaduras que podem ser retiradas com pedra-pomes ou púmice (uma rocha vulcânica de muito baixa densidade).

O terapeuta ayurvédico Erick Schulz, diretor do Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala, explica que o cuidado com os pés deve ter a mesma importância com o que se tem com o resto do corpo, principalmente com a coluna vertebral (Meru Danda). “No dinacharya (rotina), é essencial, para se ter boa saúde, cuidados, como massagens com óleos apropriados nos pés.

Procure sempre realizar uma massagem dando bastante ênfase na sola, no calcanhar e nos dedos dos pés, puxando- os e torcendo como se estivéssemos tirando um anel”, ensina o terapeuta.

Para pessoas que andam muito, trabalham de pé o dia todo ou sentem muita dor nesta parte, Erick recomenda escalda-pés de acordo com o biótipo, três vezes por semana, utilizando ervas específicas e essências. “É muito bom sempre manter o pé nutrido e limpo. Caso a pessoa não goste de óleo vegetal, pode-se utilizar manteiga de cacau, ghi ou algum creme sem óleo mineral”, indica. Para pés mais kapha, em que a pele é mais grossa, pode-se utilizar algum pó de ervas para ajudar a massagear, como vacha ou gengibre.