segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Patologias dos pés



Os pés são equipamentos maravilhosos e merecem todo o cuidado. Além de eles possibilitarem ao homem a locomoção, mantém o equilíbrio e distribuem de maneira uniforme o peso do corpo, quando estamos de pé.

No entanto, eles estão quase sempre em situação de desconforto, pois ficam escondidos em sapatos fechados, principalmente no inverno. Segue algumas recomendações para que você esteja bem com seus pés.

MASSAGENS
Existem profissionais,que são profundos conhecedores das patologias dos pés. Eles estudam a biomecânica do tornozelo e dos pés e obtém o controle e a cura das podopatias de seus pacientes. Através da reflexologia [linguagem dos pés] fazem massagens baseadas no DO-IN.

Dor de cabeça, de estômago, nas costas, tensão, cansaço. Segundo a reflexologia, o alívio para tudo isso pode vir dos pés. Criada nos Estados Unidos nos anos 30, ela divide o corpo em dez zonas lomgitudinais. Por cada uma delas, iguais em largura, corre um fluxo de energia que interliga os órgãos. Essas faixas começam nos pés, onde todos os pedaços do organismo estão representados. "Se algo não está funcionando bem, as partes correlatas, na mesma zona, ficam sensíveis". O estímulo nos pontos reflexos transmite a informação para a área afetada, podendo melhorá-la em poucos minutos. Por exemplo; toques no centro do calcanhar podem colocar o nervo ciático em dia.

A massagem deve ser feita de maneira firme, mas sem provocar dor. Para começar, bata levemente na sola, puxe e torça os dedos, gire os tornozelos. Depois, vá com o polegar direto aos pontos doloridos. Mesmo que você não esteja com nenhum distúrbio, a reflexologia vai atuar de maneira preventiva, reequilibrando as energias e o metabolismo. A reflexologia tem efeito estético e terapêutico, pois trabalha a circulação sanguínea e linfática. É relaxante, energizante, quase indispensável nos dias de hoje.

A garantia de maior conforto e embelezamento dos seus pés depende de alguns cuidados:
- Hidratantes
- Use sabonete e talco bactericida
- Mude diariamente as meias que devem ser preferencialmente de algodão porque absorvem melhor o suor.
- Procure não usar o mesmo par de sapatos todos os dias
- Guarde os sapatos em locais arejados
- Uma recomendação muito antiga: Mergulhe os pés numa bacia de água quente com chá preto, à noite, durante trinta minutos. Além de relaxar fecha os poros o que diminui a quantidade de suor evitando o mau cheiro.

Problemas freqüentes nos pés:
1- CALOS
Eles podem aparecer pelo uso de sapatos apertados e de bicos finos ou pelo fato das pessoas pisarem inequadamente. A pele engrossa bastante e a região acaba ficando bem dolorida. Tratamento: os médicos receitam adesivos com substâncias que deixam a pele mais fina. Se não houver melhora o jeito é retirar a calosidade com o especialista e eles alertam : “nunca corte os calos em casa, principalmente os diabéticos”.

2- UNHAS ENCRAVADAS
O problema é mais comum em quem tem dedos gorduchos. A unha cresce de forma irregular ferindo a pele. A entrada de agentes bacteriana pode acarretar infecções. Sintomas: dor, inchaço e vermelhidão local. Para piorar pode surgir uma pequena camada de carne esponjosa, que ao mínimo esforço é capaz de sangrar. Prevenção: calce sapatos confortáveis, procure cortar as unhas dos pés em formato reto, para que seus cantinhos não cresçam no sentido errado, ferindo a pele. Tratamento: os médicos costumam receitar antiflamatórios.

3- TOPADAS
Evite andar descalço e dar uma topada que pode deslocar parte da unha do pé. Tirando proveitos dessa situação, certos fungos se infiltram no local, formando uma cera amarelada, debaixo da unha e esta fica opaca e quebradiça. Por isso mantenha as unhas cortadas. Nunca passe palitos ou qualquer outro instrumento sob elas, na tentativa de limpá-las.

3- OLHO DE PEIXE
Ele aparece na forma de um espessamento na sola do pé, com um ponto escuro no meio, parecendo um olho. Daí o nome dado. É causado por vírus e associado ao excesso de umidade nos pés. Dói muito quando se pisa no chão. Prevenção:
- Não use sapatos alheios e sem meias
- Cuidado com águas paradas ao lado das piscinas
- Use seus próprios instrumentos em pedicuros
-Tratamento: os médicos indicam antimicóticos ou até cirurgia nos casos mais graves.

4- JOANETES
É uma inflamação da articulação do dedo maior do pé. Aparece mais nas mulheres e é de caráter hereditário. Não use sapatos apertados que comprimam os dedos piorando a situação dos joanetes. Em casos mais graves é necessário cirurgia.

5- MICOSES
Os sintomas mais comuns: vermelhidão, coceiras e descamação. Evite pisar descalço em terra, principalmente onde estejam cachorros e gatos. Tratamento: secar bem os pés após o banho e usar antimicótico indicado por médico.

Um comentário:

  1. UNHAS E CUTÍCULAS FRÁGEIS, UNHAS ROÍDAS, ESTRAGADAS POR ESMALTES E UNHAS POSTIÇAS, ETC...................

    Como exemplo de eficácia e sofisticação existem os endurecedores, cremes e removedores da linha Ecrinal da França ,especializada e líder na França do mercado de tratamento das unhas fragilizadas, estriadas e deterioradas . Ate no caso das unhas roídas, e o único produto que não sai na água

    OS PRODUTOS NÃO CONTEM ACETONA, FORMALDEIDO, TOLUENO NEM PARABENO

    O acabamento e glamouroso como a origem dos produtos, produzidos em Mônaco, na Rivieira Francesa .

    SÃO PRESCRITOS TAMBÉM POR DERMATOLOGISTAS.

    OS ÚNICOS COM ESTUDOS DE EFICIA MENSURAVEL

    Consulte os sites (são sites técnicos e não de venda):

    www.ecrinal.com (francês e Inglês)
    www.asepta.com (da França)
    www.asepta.com.br ( no Brasil )

    A Época Cosméticos no Rio, Drogaria Iguatemi em São Paulo e vários outros têm esses produtos à venda inclusive pela internet (saisdaterra, dermatan, dermexpress, pharmaweb,... )

    Espero ter contribuído de alguma forma

    ResponderExcluir